Sport + Under Armour: mais verba ou maior participação nas vendas?

Já se sabia há semanas. E, desde ontem (22), é oficial: o Sport trocou a adidas — com quem teve um mal-entendido “daqueles”, em 2017 — pela Under Armour, que ficará na Ilha do Retiro até 2023.

Apesar da cláusula de confidencialidade, especula-se que o contrato é de R$ 12 milhões por temporada, o que levaria o “leão” ao TOP 10 dos contratos de fornecimento esportivo do nosso futebol — justamente na décima posição, atrás de R$ 13 milhões de Atlético-MG/Topper e à frente dos R$ 10 milhões de Cruzeiro/Umbro.

Isso, porém, não significa que esses R$ 60 milhões (12×5) irão integralmente para os cofres dos Sport. É mais provável que, seguindo a tendência dos acordos pós-Copa 2014, o clube receba mais em materais — coleções de treino, jogo e viagem — do que verba fixa, tendo maior participação sobre roaylties.

Entendemos dessa forma por quê:

1) esse é o modelo que a Under Armour implementa junto ao Fluminense — adotado, entre outros motivos, para que a empresa cresça no Brasil fugindo de parcerias onerosas, como a que teve com o São Paulo;

2) o Sport teve a quinta camisa mais vendida de 2017 na Netshoes, maior e-commerce esportivo do País, e o poder de marketing da UA (imagem e ativação) tende a potencializar os resultados; e

3) uma parceria focada em vendas (leia-se: nos torcedores que compram) permitiria à UA “marcar território” em Recife e nas principais capitais do NE, através de lojas próprias e distribuidores autorizados, mais rapidamente.

Para nós, esses conceitos se complementam.

A chegada da Under Armour, então, dá ao Sport a chance de conhecer, ainda mais profundamente, o perfil da sua torcida (localização, poder aquisitivo e demais variáveis). E como a primeira coleção será lançada apenas no segundo semestre — o que deve gerar uma grande demanda reprimida pelos produtos —, seria ótimo se a parceria envolvesse as arquibancadas no processo desde já, criando ou, pelo menos, votando nos modelos que lhes serão oferecidos.

Tende a dar certo.

l

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: CamisasFutebol MarketingMercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial