Se o Real Madrid venceu a LaLiga 2016-17, porque o Barça ganhou mais em TV?

real

Nesta semana, a Liga de Fútbol Profesional-LFP divulgou a distribuição dos diretos de transmissão entre os clubes da LaLiga Santander (elite) e LaLiga 123 (Segundona) na temporada 2016-17 — a primeira do novo acordo doméstico para o triênio 2016-19, avaliado em € 2,65 bilhões, complementado por contratos internacionais.

tabela

Ao todo, repartiu-se € 1.387 bilhão, sendo € 1.246,7 bilhão só na Primeirona. E, como esperado, o gap que caracterizava o “real-barcelonismo” foi amenizado. Mesmo assim, Real e Barça foram protagonistas, com um cenão: os culés, vices, ganharam mais do que os merengues, campeões — € 146,2 milhões contra € 140,1 milhões. Por quê?

messi_1

A resposta está nos novos critérios de divisão adotados pela LFP: 50% do total em remuneração igualitária; 25% com base nos resultados das últimas cinco temporadas; e os 25% restantes segundo fatores como média de público, quantidade de ingressos vendidos, quadro assiciativo e outros. Foi nesse “25% + 25%” que o Barça virou o jogo, pois:

— entre 2012-13 e 2016-17, conquistou três títulos e dois vices, contra dois títulos e dois vices e um terceiro lugar do Real Madrid;

— e em 2016-17, o Barça levou 1.471.762 torcedores aos seus jogos (média de 77.461) contra 1.309.021 (média de 68.896) do Real Madrid, além de ter vendidos mais abonos (carnês de jogos) e, como sabemos, ter um dos maiores quadros associativos do mundo, bem à frente dos merengues.

messi_2

E em 2017-18 o Barça tende a ganhar mais novamente. Apesar de ter visto sua média de público despencar para 54.161 — consequência do posicionamento pró-direito de voto no último pleito pela independência da Catalunha, que afastou o público turístico do Camp Nou —, o clube ainda mantém o quarto maior quadro de associados do mundo, teve bom desempenhos na venda de abonos e, o mais importante, projeta uma nova conquista da LaLiga Santander (hoje, tem nove pontos de vantagem sobre o vice, Atlético de Madrid, e 14 sobre o Real Madrid, quarto colocado), que manteria o seu handicap de três títulos e dois vices.

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingMercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial