AFC Liverpool: o Liverpool de quem não pode bancar a Premier League

afc_006

Há poucos dias, falamos que o Liverpool, através do seu novo programa de relacionamento, convocou as arquibancadas para definir a política de preços da temporada 2018-19. Uma atitude louvável. Mas que chegou com, pelo menos, dez anos de atraso. Já em 2008-09, a precificação de Anfield era proibitiva para muitos reds. Explicamos: ao mesmo tempo em que o PIB per capita de Liverpool começou uma retração que chegaria a -4,29% em 2010, os season tickets aumentaram, em média, 10,1%, bem acima dos 7,2% globais da Premier League.

Nos números, essa elitização funcionou: de 2007-08 para 2008-09, com um aumento médio de apenas 79 torcedores (43.532 contra 43.611) a receita de match day do Liverpool saltou de £ 39,2 milhões para £ 42,5 milhões. Houve, porém, um custo: muitos torcedores — aqueles, da classe trabalhadora, construtores históricos da grandeza dos reds —, abandonaram Anfield; alguns, para nunca mais voltar. E fundaram outro Liverpool, tão deles quanto de todos: o AFC Liverpool.


afc_002

Não, o AFC Liverpool não pretende tomar o lugar do Liverpool principal. Ao contrário. Os little reds, como são conhecidos, reincluem os torcedores mais humildes no futebol, de duas maneiras:

— recriando a atmosfera old school de Anfield em cenários mais acessíveis, como a North West Counties League (um torneio de condados semiprofissional) e o estádio Marine’s Rossett Park, para 3.185;

— e dando poder total aos sócios, que, independente do plano de adesão (todas a preços populares), têm direito a voto igualitário no conselho.

afc_003

Mais do que isso: o AFC Liverpool é um vetor para renovação de torcida. Se nas arquibancadas da Premier League a média de idade ultrapassa os 40 anos, em Marine’s Rossett Park os jovens little reds têm acesso mais do que facilitado à cultura do que é ser Liverpool; ou seja, muitos deles já estão prontos para, quem sabe, frequentar Anfield a partir de 2018-19.

Esse posicionamento, mais de ajuda do que não de dissidência, faz com que o AFC Liverpool tenha total simpatia da grande torcida do Liverpool. Tanto que entre seus patrocinadores está o canal The Redman, um dos maiores sobre a cultura red. Os jogos no Marine’s Rossett Park também são muito procurados nos Non-League Days, ainda que enfrentem a concorrência de outros clubes locais, como o mais do que centenário Marine FC e o novíssimo City of Liverpool — do qual ainda falaremos.

afc_001

Resgatando o orgulho dos torcedores que as últimas políticas de preço do Liverpool excluíram de Anfield, e formando novos, o AFC Liverpool se tornou um dos mais reconhecidos community clubs da Inglaterra, hoje com mais de 1.000 membros-proprietários. Ainda veremos um case desses no Brasil?

afc_004

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Marketing