Vem aí um filme sobre Felix: o goleiro de 1970 que o Brasil precisa (re)conhecer melhor

felix_002

Para muitos, o Brasil faturou o tri na Copa do Mundo FIFA 1970 — que valeu a posse definitiva da taça Jules Rimet — “apesar de Felix”. Estamos falando do goleiro Felix Mielli Venerando, que, por algum motivo sem explicação lógica, não capturou o mesmo grau de fantasia que Carlos Alberto, Clodoaldo, Gerson, Rivellino, Jairzinho, Tostão, Pelé e os demais convocados por Zagallo.

Os motivos? Os mais diversos: já estava “muito velho” (32 anos, enquanto seus reservas, o corinthiano Ado e o palmeirense Leão, tinham 24 e 21 anos, respectivamente), era “muito baixo” (1,76 metro), não usava luvas (o que lhe daria “pouca habilidade”), e por aí vai. Foi com ele, porém, que João Saldanha classificou o Brasil ao Mundial. E quando Felix esteve no gol, o Brasil só perdeu três vezes — e nenhuma na Copa, em que o goleiro registrou pelo menos uma atuação magistral: contra a Inglaterra.

felix_009

Uma injustiça tão grande que só pode ser corrigida recontando-se a trajetória de Felix desde o início, no Juventus paulistano, passando pela grande era na Portuguesa — com um empréstimo para o Nacional — e chegando ao seu período de ouro no Fluminense (onde conquistou o primeiro título nacional do clube e foi o número 1 da “Máquina Tricolor” dos anos 1970, e de onde chegou à Seleção). Tarefa que está sendo cumprida pelos nossos amigos do Acervo da Bola.

felix_008

Com direção de Cristiano Fukuyama e Luiz Nascimento — a dupla que vem assinando inúmeros documentários sobre a Portuguesa, muitos deles já destacados por nós — “Felix — O Filme” está em produção acelerada para ganhar as redes em 2018. Ainda não há um trailer oficial, mas as fotos das filmagens dão uma amostra do que vem por aí: os craques Zé Maria, Rivellino, Ivair e Galhardo, o joralista Fernando Solera, o cartola Marco Aurélio Cunha, o técnico Carlos Alberto Parreira (que foi preparador físico no tri) e o historiador de futebol inglês John Mils estão entre os entrevistados; e há também uma ampla pesquisa de imagens e conteúdos da época em que Felix brilhou.

felix_003

felix_004

felix_005

felix_006

Se você está tão curioso quanto nós, acompanhe as novidades no perfil “Felix Mielli Venerando”, no Facebook, e também nos canais do Acervo da Bola. Já passou da hora do bom Venerando ser mais venerado pelo que deu ao Brasil.

felix_001

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: “Felix Mielli Venerando” — Facebook.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol Marketing