Só a LaLiga não basta: Facebook e Amazon também querem a Ligue 1

Há pouco menos de um mês, repercutimos a provável entrada de Facebook e Amazon na concorrência pelos direitos de transmissão da LaLiga Santander para 2019-20. E ontem (18), soubemos — nós e o mundo — que a Ligue de Football Professionel-LPF conta com a entrada de ambos na disputa pelo broadcasting da Ligue 1 Conforama, que deverá ocorrer em 2018 e abrangerá o quadriênio 2020-24.

Nenhuma surpresa: com o crescimento que a Ligue 1 vem experimentando em seus canais digitais — em especial no YouTube — desde a chegada de Neymar Jr. ao PSG, aderir à tendência das transmissões de jogos e oferta de conteúdos exclusivos via streaming e OTT (como já faz, por exemplo, a Bundesliga, e pode vir a fazer a Premier League), é mandatório.

psg

Lembramos que a pedida da LFP não será baixa: a expectativa é pular dos atuais € 726,5 milhões para € 1,5 bilhão anual no mercado doméstico (atualmente na mão do CANAL+). Para as transmissões internacionais, tudo acertado: a beIN — canal da agência beIN Sports, que regula a concorrência de mídia — reajustou o valor de € 32,5 milhões para € 80 milhões a partir de 2018-19, e ficará até 2023-24. Ou seja, considerando apenas esses números, estamos falando de € 6,5 bilhões em seis anos.

A entrada de novos concorrentes pelo pacote — além de Facebook e Amazon espera-se que a holandesa Altice também participe —, claro, torna esse valor mais factível. Agora é esperar pelas ofertas.

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingMercado