Quanto cada seleção pode ganhar na Copa Africana de Nações 2017?

afcon

US$ 22,6 milhões (ou R$ 73,676 milhões, sendo US$ 1,00 = R$ 3,26). Essa será a premiação repartida na edição 2017 da TOTAL Africa Cup of Nations-AFCON — a Copa Africana de Nações, que acontecerá entre 15 de janeiro de 14 de fevereiro, no Gabão. A cifra, que supera até o montante distribuído entre os participantes da milionária Copa America Centenario, é 166% maior em relação a 2015. E a explicação está no nome do torneio. Ou melhor, do seu title sponsor: a petroquímica francesa TOTAL, que, desde junho do ano passado, substitui a Orange como principal patrocinadora do futebol africano e turbinou as verbas de todas as suas competições (ainda falaremos sobre isso).

afcon2

Com essa valorização, a simples participação na TOTAL AFCON pode render de US$ 475 mil a US$ 575 mil, e o campeão irá faturar US$ 6,3 milhões (mais do que o dobro embolsado pela Costa do Marfim pela vitória de dois anos atrás). Abaixo, detalhamos e comparamos os ganhos em todas as etapas para você:

TOTAL AFCON 2017 — PREMIAÇÃO FASE A FASE

Fase de grupos (seleções eliminadas): US$ 575 mil pela 3ª posição + US$ 475 mil pela 4ª posição = Premiação total de US$ 4,2 milhões (+ US$ 600 mil em relação a 2015);

Quartas-de-final: US$ 800 mil para cada seleção = Premiação total de US$ 6,4 milhões (+ US$ 1,6 milhão em relação a 2015);

Semifinais: US$ 1,5 milhão para cada seleção = Premiação total de US$ 6 milhões (+ US$ 3 milhões em relação a 2015);

Vice-campeão: US$ 2 milhões (+ US$ 1 milhão em relação a 2015); e

Campeão: US$ 4 milhões (+ US$ 2,5 milhões em relação a 2015).

costa-do-marfim

E quem já começa com a expectativa de bolso cheio é mesmo a Costa do Marfim. Os “elefantes” poderão receber do governo de seu país o equivalente a até € 6 milhões (R$ 20,4 milhões, sendo € 1,00 = R$ 3,40) caso reconfirmem o título, que seria o terceiro de sua história. Ou seja, somado esse “incentivo” à premiação da TOTAL AFCON, os marfinenses faturariam pouco mais de R$ 40,9 milhões em seis jogos (três na fase de grupos + quartas de final + semifinal + final). Vale — e como vale — a pena o esforço, não?

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagem: Divulgação.

Category: MarketingMercado