Pela Chape, Bolívar vestiu a camisa da solidariedade. E você também pode ajudar

bolivar

Quatro dias após o trágico acidente aéreo da Chapecoense (em 3 de dezembro de 2016, portanto), o Bolívar entrou em campo pelo Torneo apertura local com uma inédita camisa verde.

Na época, Marcelo Claure, presidente da Baisa — a empresa que controla o clube —, justificou a ação em seu Twitter dizendo que “apenar colocar o logo [da Chape] não era o bastante”. E, de fato, foi feito muito mais.

Em parceria com a Joma, sua fornecedora esportiva, o Bolívar colocou à venda uma tiragem limitada de 500 peças do manto verde. Vendeu todas, levantando US$ 25 mil (cerca de R$ 80 mil). E, nesta semana, doou tudo à Chapecoense — praticamente a mesma mecânica da ação que Netshoes e Umbro fizeram no Brasil.

E, no embalo desse gesto solidário do Bolívar, reforçamos o nosso apelo para que você seja sócio-torcedor da Chapecoense. Aproveite a categoria Sócio Contribuinte, a partir de R$ 20,00. Clique aqui para conhecer e, dentro das suas possibilidades, ajude na reconstrução do clube. Juntos, #SomosMaisQue11 e podemos fazer mais pela Chape. À La Academia de La Paz, o nosso muito obrigado.

chape-4

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagem: Divulgação.

Category: CamisasMarketing