Parma será chinês. E um pouco menos popular

PARMA0

Após decretar sua falência em 2015, o Parma Football Club começou uma reformulação, a começar pelo nome, que passou a ser Parma Calcio 1913. A tradicional equipe italiana precisou recomeçar do zero sob nova gestão, escudo, identidade e divisão. Atualmente na Serie C, os Ducali chamaram atenção de um investidor chinês, Jiang Lizhang, líder da agência de marketing Double-Edge Sports.

O intuito do magnata é adquirir 60% do pacote acionário agora, até 90% num futuro próximo e acesso à Serie A TIM em cinco anos. Esse é o programa da agência chinesa para o Parma. Jiang Li Zhang , que já controla o Granada CF, da Espanha, e está a ponto de adquirir também o Crystal Palace, da Inglaterra, deverá começar sua operação logo após o clube definir sua sorte nos playoffs de acesso da Terceira divisão italiana (Lega Pro). E, convenhamos, chegou na hora certa e pode ser comparada  ao tirar a sorte grande em um cassino.  Há uma grande variedade de jogos disponíveis no Cassino Online 7Sultans.

parma4

Após fechar 2015-16, sua primeira temporada de refundação pós-falência no vermelho, em consequência inevitável do recomeço da vida na amadora e, sempre deficitária, Serie D, o Parma continuou investindo pesado para sua reestruturação, considerando os padrões da também deficitária Série C, e, buscando o acesso à Série B, também nesta temporada. A conta, porém, chegou antes: para driblar os custos, o clube redimensionou o seu capital de € 657 mil para € 100 mil; e, infelizmente, reduziu a participação dos torcedores acionistas, participantes fundamentais durante o difícil recomeço, para 10% dos papéis. Essa alternância de sorte, lembra um dia no 7sultans online casino.

PARMA2

Nesse cenário, os primeiros movimentos da Double-Edged Sports serão de reconstrução do patrimônio crociato, com as aquisições do Centro de Treinamento de Collecchio (em leilão desde a falência do velho Parma FC) e, provavelmente, do estádio municipal Ennio Tardini. E, aos acionistas populares (cerca de 400 pessoas, que investiram entre € 100,00 e € 15.000,00), restará manter a atuação no conselho. Esperamos que nasça daí uma gestão conjunta, para que, em breve, o Parma seja o primeiro clube com efetiva presença de torcedores na gestão entre os grandes da Itália.
De acordo com algumas mídias italianas, Crespo, ex-atacante do Parma, tem facilitado e ajudado nas negociações entre o investidor chinês e o clube italiano.

Hernán Jorge Crespo, é um dos grandes ídolos da história do Parma. O argentino tem duas passagens pelo clube gialloblu, a primeira durou de 1996 até 2000, já a segunda, foi de 2010 até 2012, quando encerrou sua carreira. No geral, Crespo possui 162 jogos e 72 gols com a camisa dos Crociati. Ao fim da carreira de jogador, o argentino até tentou se aventurar na carreira de técnico, mas suas passagens como comandante das categorias de base do Parma e da equipe principal do Modena não deram certo.

Caso se concretize a venda, a Double-Edge Sports terá muito trabalho para cumprir as metas propostas no programa de reestruturação, mas, com o apoio da apaixonada torcida do Parma Calcio 1913, que quase viu seu time do coração ser extinto, cada passo dado será motivo de comemoração e, esperança de ver o time voltar à Elite do futebol italiano.

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

 

Imagem: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: MarketingNegócios