Digital e de graça: Bundesliga rompe fronteiras e paradigmas via streaming

bundes_004

Num post recente, perguntamos se a Premier League e a Bundesliga puxariam a mudança no nosso jeito de assistir ao futebol — da TV para o digital. E a nova resposta veio do lado alemão: sim.

bundesliga1

Nesta semana, a Bundesliga ampliou sua colaboração com a plataforma de streaming Laola1.tv (recentemente adquirida pelo grupo suíço Sportradar), e será transmitida, 100% via digital, para Romênia, Suécia, Finlândia, Dinamarca e Noruega; antes, já chegava a Georgia, Ucrânia, Bielorrússia, Tajiquistão, Azerbaijão, Armênia, Moldávia, Quirguistão e Cazaquistão — países que, porém, também contam com acordos de TV.

Pelo acordo — que, de certa forma, complementa a recente parceria com a OTT da Amazon —, a Laola1.tv não cobrará taxas ou mensalidades dos torcedores. “E vai ganhar dinheiro como?, você se pergunta. Simples: explorando espaços e inserts publicitários durante as partidas. Uma quebra de paradigma, se pensarmos na estruturação dos contratos de broadcasting “tradicionais”; mas, também uma mudança prevista há algum tempo por entendidos em mídia, dentro e, principalmente, fora do futebol — como, por exemplo, Chris Anderson, em seu best-seller mundial de 2009, “Free — O Futuro dos Preços”, que recomendamos.

bundes_002_PB

Do pontapé inicial ao play, a Bundesliga vai de peito aberto para o futuro das transmissões esportivas. E espera seus seguidores. Quem será o próximo?

l

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: MarketingMercado