De Anfield à FIFA | “You’ll Never Walk Alone”, a marca cantada das arquibancadas

liv

When you walk through a storm
Hold your head up high
And don’t be afraid of the dark
At the end of the storm
There’s a golden sky
And the sweet silver song of a lark

Walk on
Through the wind
Walk on
Through the rain
Though dreams be tossed and blown

Walk on
Walk on
With hope in your heart
And you’ll never walk alone
You’ll never walk alone

Hinos, são os outros. “You’ll Never Walk Alone” é um ato de fé. Composta em 1945 pelos produtores artísticos americanos Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II, para o seu musical “Carousel”, a canção começaria sua relação com o futebol na Inglaterra, durante a pré-temporada 1963-64.

shanks

Foi naquela época que Bill Shankly, lendário técnico do Liverpool, recebeu um LP compacto com a regravação de “You’ll Never Walk Alone” executada pelo grupo de rock local Gerry And The Peacemakers — que rapidamente escalava as paradas britânicas, desafiando The Beatles e afins. Bill amava a canção. E como o povo de Anfield amava e sempre amou Bill, começou a cantá-la na já temporada 1963-64.

Rapidamente, “You’ll Never Walk Alone” tornou-se uma marca dos torcedores do Liverpool. E também um talismã, já que, logo em seus três primeiros anos de adoção, o canto embalou seis títulos: duas ligas, uma FA Cup (a primeira dos reds em todos os tempos) e três Charity Shields — uma virada e tanto na história do clube, que amagou a Segundona em 1961-62.

E, como acontece com toda a grande marca, “You’ll Never Walk Alone” cresceu. Tanto, que já não cabia apenas em Anfield. Ao mesmo tempo em que ganhava cada vez mais vozes nas paradas de sucesso — Elvis Presley, Aretha Franklin, etc. —, saía para abraçar novas torcidas. Incorporou-se à cultura do futebol. E passou a ser um tema de domínio popular. Porque representa um sentimento popular: o dos laços entre torcedores e seus clubes. Se quisermos traduzir em “marketês”, recorremos à quinta das “22 Imutáveis Leis do Marketing” de Al Ries e Jack Trout: “A chave do êxito em marketing é encontrar uma forma eficiente de fixar uma palavra na mente do cliente potencial.” YNWA, porém, posicionou-se em corações de gente comum — as que verdadeiramente sustentam o futebol — em todo o mundo:

l

FEYENOORD
Holanda

l

ROYAL ANTWERP
Bélgica

l

GENOA
Itália

l

FC TOKYO
Japão

l

BORUSSIA DORTMUND
Alemanha

borussia-dortmund-v-liverpool

Em 14 de abril de 2016, em seu berço de Anfield, “You’ll Never Walk Alone” atingiu o auge de sua história no futebol, ao ser cantada em uníssono pelos fãs de Liverpool e Borussia Dortmund, em homenagem ao 27º aniversário da tragédia de Hillsborough — que aconteceria no dia seguinte. Um momento que capturou mentes e corações em todo o mundo, e foi reconhecido ontem (9) com o FIFA Fan Award — reconhecimento que veio dos próprios torcedores.

Há quem diga que “You’ll Never Walk Alone” é um patrimônio imaterial do futebol. Para nós, porém, é muito material. É palpável. Real, como as vozes que a cantam; as arquibancadas que se preenchem; os cachecóis e bandeiras que formam as suas coreografias; as lágrimas de emoção que provoca; o pertencimento que desperta nos torcedores. YNWA é a marca do futebol popular com que sonhamos. E que, a cada começo ou fim de jogo, conseguimos realizar.

ynwa

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagens: Divulgação.

Category: Marketing