Canadian Soccer Championship: paralelo e oficial

amway_000

A temporada 2017 da Major League Soccer-MLS terminou assim:

— o Toronto FC ganhou o Supporters’ Shield (uma taça pela melhor campanha geral na fase de conferências) e a MLS Cup (o título final);
— e o Sporting Kansas City conquistou o tetra a US Open Cup (equivalente à nossa Copa do Brasil).

E mesmo tendo faturado apenas dois dos três títulos em disputa, os canadenses têm sido exaltados como donos do “first domestic treble” — ou, numa tradução livre, da “primeira tríplice coroa” — na história da MLS.

De onde vem o terceiro título? Fácil: do Amway Canadian Soccer Championship-CSC. O Campeonato Canadense. Ou por outra: o Campeonato Canadense paralelo à Canadian Soccer League-CSL. E como esse, também oficial.

amway_001

À primeira vista, parece estranho pensar que um treble na MLS possa ser completado pelo campeonato de outra federação que não a estadunidense. E é mesmo. Por outro lado, o Amway CSC é composto apenas pelos clubes que integram a pirâmide profissional do futebol dos EUA. Pô, mas são cinco clubes, você pensa; pois é: estamos falando de um torneio de tiro curtíssimo, que se presta exclusivamente para decidir o representante do Canadá na Concachampions — que, lembrando, foi reformada recentemente e considerará para sua edição de 2018 o handicap da MLS 2016.

amway_002

A rigor, a disputa do Amway CSC acontece há menos de dez anos, já que, de 2002 (ano de sua fundação) a 2017, a taça (Voyageurs Cup) era entregue simbolicamente à melhor equipe canadense da antiga United Soccer Leagues Firts Division — ancestral do que viria a ser a atual USL. O Montreal Impact levou todas, e manteve em 2008, quando, já na MLS, passou a disputá-la num triangular como seus coirmãos de elite, Vancouver Whitecaps e Toronto FC, que monopolizou o troféu de 2009 a 2012, e faturou o bi em 2016-17. Nesse ínterim, em 2011, o FC Edmonton, da North American Soccer League-NASL, passou a frequentar o campeonato — sendo prontamente relegado a uma fase preliminar em 2014, quanto outro conterrâneo da liga menor, o Ottawa Fury, foi incorporado.

O álbum de ouro da Amway CSC, então, está assim:

— 2002-08: Montreal Impact;
— 2009-12: Toronto FC;
— 2013-14: Montreal Impact;
— 2015: Vancouver Whitecaps;
— 2016-17: Toronto FC.

amway_003b

E não é uma disputa esvaziada. Apenas no Amway CSC 2017, a média de público foi de 12.607 espectadores em 8 jogos — superior, por exemplo, à Copa do Brasil. O Toronto FC, (bi)campeão, cravou o maior público, na final contra o Montreal Impact: 26.539, muito próximo da média de 27.647 cravada pelo clube na MLS 2017.

amway_004

Como se vê, uma taça de fato e arquibancada para confirmar o treble do Toronto FC. (Os mais fanáticos dirão que as vitórias na Conferência Leste da MLS, em pontos corridos e nos playoffs também deveriam ser consideradas; mas esta é outra história.) (E os mais tradicionalistas dirão que, enquanto os grandes canadenses formam uma disputa paralela, os militantes da CSL ficam à míngua; essa já uma história mais complexa, que, ao menos por enquanto, está sem solução.)

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *