Campanha 0% nos grupos da #UCL paga MUITO mais do que 100% nos grupos da #UEL

benfica2

Perca todas as suas partidas na fase de grupos da UEFA Champions League e fature € 12,7 milhões. “Apenas” € 7,94 milhões a mais do que um clube receberia ao se classificar em sua chave na UEFA Europa League com 100% de aproveitamento. É o caso do Benfica, que deixou a principal competição do Velho Mundo sem pontuar e registra um ganho (muito) superior ao de qualquer participante do segundo torneio — onde ninguém tem chance de chegar aos mata-matas com pontuação plena. Um abismo financeiro, mas que tem lá sua lógica comercial.

Nas duas competições, estão em jogo, além de prêmios fixos (como o recebido pelo Benfica), receitas variáveis, que são ganhos proporcionais aos acordos de mídia fechados em cada país. Posicionada como um produto superior, a UCL agrega os principais clubes das maiores praças europeias e, consequentemente, mais contratos de broadcasting do que a Europa League. Isso gera uma enorme diferença na divisão do market pool de cada torneio (€ 507 milhões e € 160 milhões, respectivamente), com impacto direto no coeficiente de premiação da UEFA.

Dessa forma, os clubes de países que somam mais contratos e ocupam menos vagas (na classificação inicial e ao longo das competições), recebem quantias maiores em relação aos seus conterrâneos – e, consequentemente, do que adversários forasteiros.

benfica1

É verdade que esse modelo pode levar a distorções meritocráticas no geral — como, por exemplo, na temporada 2015-16, em que o Manchester City, eliminado nas semifinais para o Real Madrid, ganhou bem mais do que os próprios merengues. Mas também ajuda a explicar o porquê de uma vaga na principal competição da Europa ser mais do que um título para muitos clubes. Ou você acha que o Benfica não tem mesmo nada a comemorar?

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Europa.

Imagem: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: MarketingMercado