// ATUALIZAÇÃO // 11 marcas vestem 16 seleções na Copa Africana 2017

001

Se você está — e esperamos que esteja — acompanhando a Copa Africana de Nações (TOTAL AFCON), já notou que o ranking de fornecimento esportivo publicado por FutMKT, ainda no finalzinho de 2016, possui algumas falhas. Infelizmente, as poucas informações (leia-se: o pouco interesse geral) sobre os negócios do futebol africano comprometeram a nossa pesquisa e análise para aquele post. Mas ainda estamos em tempo de corrigir.

Para começar, não são dez, mas 11, as marcas esportivas presentes no torneio. E, embora mantenha 100% de seu portfólio (três seleções) na disputa, a PUMA perdeu o Gabão, dono da casa, para a adidas, que lidera o ranking com quatro representantes. Abaixo dessa disputa paralela entre as empresas alemãs, cada fornecedora aparece com apenas um contrato. Por fim, destacamos a ausência da Nike — “prejudicada” pelas más campanhas de Nigéria, África do Sul e Zâmbia.

l

adidas (4)

aidas gabao

Gabão, Marrocos, Argélia e Egito.

l

PUMA (3)

PUMA camaroes

Camarões, Costa do Marfim e Gana.

l

Kappa (1)

kappa burkina faso

Burkina-Faso.

l

Macron (1)

macron togo

Togo.

l

Mafro Sports (1)

Mafro Zimbabue

Zimbabwe.

l

Romai (1)

Romai Senegal

Senegal.

l

O’Neills (1)

o neils dr congo

DR Congo.

l

ERREÀ (1)

errea uganda

Uganda.

l

Airness (1)

airness mali

Mali.

l

Uhlsport (1)

uhlsport TUNISIA

Tunísia.

l

Quelemes (1)

Quelemes Guine Bissau

Guiné Bissau.

l

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagens: Divulgação.

Category: CamisasMarketingMercado