TV Palmeiras/FAM mostra que Verdão pode ser “mídia alternativa” de si mesmo

Desde os tempos de Palestra Itália, a relação da torcida palmeirense com a imprensa (escrita, falada, filmada ou digital, seja qual for) nunca foi tranquila. A consequência disso é que, atualmente, o Palmeiras é um dos clubes brasileiros que mais agrega as chamadas “mídias alternativas” – veículos não oficiais, como blogs, sites de torcedores, canais de áudio e vídeo, rádios online, enciclopedias wiki, livros e publicações independentes etc. E, na última quinta-feira (20), o Verdão provou, mais uma vez que tem potencial para ser a sua própria “mídia alternativa oficial”.

Ao transmitir um jogo-treino de sua pré-temporada no Uruguai, conta o River Plate local, ao vivo na sua TV Palmeiras/FAM – o maior canal de clubes brasileiros no YouTube -, o Palmeiras atendeu ao desejo do seu torcedor de contar com uma mídia de massa 100% alviverde. Na 1h40min em que mesclou as imagens do campo com entrevistas, o Verdão atingiu uma média de 25 mil espectadores (6,8% dos assinantes), com pico de 80 mil conexões simultâneas (21%), e ainda somou mais de 10 mil novos inscritos (já são mais de 381 mil no total).

A divulgação além do YouTube – que, como já comentamos, é um dos pilares do sucesso dessa mídia – também funcionou. No Facebook, as quatro postagens referentes ao jogo-treino somaram 12998 curtidas e 283 compartilhamentos. Já no Twitter, foram 22 mensagens de acompanhamento, com picos de engajamento durante a entrevista do diretor de futebol, Alexandre Mattos, e nos retweets de torcedores internacionais. Por fim, o vídeo da partida completa, publicado no dia seguinte (22) na Palmeiras TV/FAM, já ultrapassou as 200 mil visualizações.


Todos esses números mostram que o Palmeiras pode, e deve, aprimorar o seu potencial de comunicação direta. Como? Trabalhando junto aos seus muitos torcedores geradores de conteúdo. Com a influência que as “mídias alternativas” alviverdes possuem junto à torcida, é possível criar uma verdadeira mobilização midiática “de palmeirense para palmeirense” (replicando o conceito #DeGremistaParaGremista, utilizado na Rádio Grêmio Umbro). Isso garantiria uma grande audiência cativa, e deixaria o clube em condição de gerar negócios e captar patrocínios – enfim, monetizar suas mídias.

Um exemplo: qual é câmera oficial da Palmeiras TV/FAM? Quando (e se) houver, ela tende a ser também a marca preferencial da torcida. Outro: eventos como os recentes “Palmeiras Game Day” e “Congresso Palmeiras de Ciências do Futebol” podem apoiadores exclusivos para transmissões multiplataformas – canais palmeirenses e veículos de torcedores – em tempo real, e/ou para espectadores internacionais. As possibilidades são muitas. Que a visão do clube corresponda. A torcida, estamos certos, já topou.



Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagem: Divulgação

Category: MarketingRedes Sociais