Sold out: Orlando City já esgotou seus carnês para a MLS 2017

Lotação encaminhada: pouco mais de 70% das arquibancadas do novo estádio do Orlando City estarão cheias em 2017.
Lotação encaminhada: pouco mais de 70% das arquibancadas do novo estádio do Orlando City estarão cheias em 2017.

Na próxima temporada da Major League Soccer-MLS, o Orlando City deixará o Citrus Bowl para jogar em seu próprio estádio. O empreendimento prevê 25.500 lugares. E já conta com, no mínimo, 70,5% de ocupação. Como? Simples: na última semana, os lions venderam todos os 18 mil season tickets (carnês de jogos) disponíveis para 2017 — número que representa também 56,6% da média de 31.762 torcedores que o clube tem levado às suas partidas em 2016.

Prenúncio: mais de 60 mil pessoas assistiram à estreia do Orlando City na MLS, em 2015.
Prenúncio: mais de 60 mil pessoas assistiram à estreia do Orlando City na MLS, em 2015.

E além desse número de vendas, o Orlando City comemora também uma altíssima taxa de renovação: 95% dos compradores de 2016 continuarão nas arquibancadas em 2017. Surpreendente? Não para nós, que estivemos esse ano no Citrus Bowl e o que é um match day dos purples: tudo — atendimento, envolvimento dos patrocinadores, ações promocionais, etc. — é voltado ao torcedor. É uma tabelinha perfeita de relacionamento e cultura popular, mas sem que o clube “force a barra” para se apropriar da experiência — o Orlando City simplesmente se insere e é percebido nesse contexto (clique aqui para relembrar).

As vozes nunca faltam: o Orlando City é potência porque é popular.
As vozes nunca faltam: o Orlando City é potência porque é popular.

Em 2016, assim como em 2015, o Orlando City é o segundo clube que mais leva torcedores à MLS — perde apenas para o inalcançável Seattle Sounders. Logo em sua primeira partida entre os grandes dos EUA, registrou o nono maior público histórico do campeonato (62.510 pessoas contra o New York City FC). E 32 jogos na elite até aqui (17 deles na última temporada), já superou, em muito, a marca de 1 milhão de espectadores. Não temos dúvidas de que, se os lions são hoje a quinta franquia mais valiosa do torneio (levantamento da Forbes) uma boa parte do motivo está nas arquibancadas. Aplausos aos torcedores. E também ao clube, que sabe valorizar o seu potencial popular.

 

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

 

Imagens: Divulgação.

Category: Marketing