#PayxãoMudaTudo | Paysandu vai lançar marca própria de material esportivo

payxao

Ao invés de renovar, o Paysandu decidiu inovar. Terminado o seu vínculo com a PUMA, o clube vai lançar a sua própria marca de fornecimento esportivo – que, provavelmente, será batizada como “Payxão”, em sintonia com o conceito de comunicação trabalhado nos últimos tempos. A novidade foi anunciada na noite de ontem (7), via Papão TV, pelo diretor de marketing bicolor, Renato Costa (veja mais abaixo). De acordo com a imprensa local, a parceria no projeto será a cearense Bomache, que, na última temporada, assinou uma camisa comemorativa pelos 70 anos do histórico 7×0 no RexPa de 1945.

A expectativa do Paysandu é obter uma margem maior sobre a venda dos seus produtos. Para que se tenha uma ideia, em sua última renovação com a PUMA, os royalties do clube baixaram de 20%, no biênio 2013-14 (período em que o “papão” foi o segundo maior vendedor de camisas da marca no País, atrás apenas do Atlético Mineiro), para 15%, em 2015.

paysandu

Se essa iniciativa do Paysandu vai dar certo? A qualidade dos materiais, a capacidade de distribuição e o preço final ao consumidor dirão. Não faltam, porém, cases para que o clube se inspire. Um exemplo: na última temporada europeia, Southampton (Inglaterra) e Cardiff City (País de Gales), hoje no portólio da adidas, também produziram, com sucesso, suas próprias camisas. E, no nosso futebol, a atual parceria entre Santos e Kappa, em partes, também adota essa lógica – a fornecedora entra com o design e o clube assume os demais processos. Quem sabe não esteja nascendo uma nova tendência por aqui?

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: Marketing