#CA2016 | No Twitter, adidas peruana provoca a Nike após eliminação do Brasil


Para a infelicidade dos hoje maltratados torcedores canarinhos, a arbitragem validou o gol de mão do peruano Raul Ruiz Díaz, que eliminou o Brasil ainda na primeira fase da Copa América Centenário. E para a infelicidade da Nike, fornecedora esportiva da nossa Seleção, o camisa 11 do Peru é patrocinado pela sua maior rival de mercado: a adidas.


Aproveitando todas as oportunidades possíveis para ativar o seu novo conceito global, #FirstNeverFollows (traduzido como #NemMeViu por aqui e #HazQueTeSegan para os países LATAM), a marca das três listras não perdeu tempo e praticamente mandou a swoosh engolir o choro por ter perdido a principal seleção do seu portfólio no torneio. É para fechar com chave de ouro o não-trabalho dos patrocinadores tupiniquins – incluindo a própria Nike -, que não fizeram sequer uma ação relevante para a participação no torneio.

zico 1

Embora seja bem-humorada – admitamos, a adidas pensou rápido –, essa atitude não foi muito bem recebida pelos torcedores brasileiros (leia os comentários do tweet) e o próprio perfil da adidas Brasil teve que ajudar nas irônicas justificativas. Vale lembrar que a gigante alemã já vestiu a Seleção, entre 1977 e 1981. Pelo jeito não é só em nós, torcedores, que a CBF deixou, e deixa, más impressões.

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagens: Divulgação.

Category: MarketingRedes Sociais