#ManUtd9 | A polêmica da camisa entre Ibra e Martial

ibra

A contratação de Zlatan Ibrahimovic  pelo Manchester United foi um dos assuntos mais comentados este ano no mundo do futebol, a começar pela forma como foi anunciada, pelo instagram do jogador. Após a contratação, a dúvida que ficou no ar foi “Qual número o Ibra vai usar nos Red Devils?”. A camisa 10 sempre foi a favorita do astro, tanto no PSG, quanto na seleção sueca, porém, no Manchester ela já tem dono, o ídolo Wayne Rooney.

Ibra escolheu a 9 que pertencia a Anthony Martial, gerando um desconforto no jogador francês, que está construindo sua identidade no futebol como “AM9″, usando a marca em todas as suas comunicações, como no site e redes sociais. Martial atualizou nesta semana as fotos de seu facebook e twitter, abrindo uma brecha para interpretações sobre o descontentamento do jogador com a situação.

martial

martial 2

Será que isto pode influenciar no ambiente do grupo? A questão é que as vendas de camisas é uma importante fonte de receita dos clubes, uma pesquisa divulgada pela Euromericas indicou que o Manchester United vendeu nesta temporada 2.977.000 de unidades em todo o mundo e segundo as empresas Kitbag e Sports Direct, Anthony Martial foi o terceiro jogador com mais camisas vendidas, atrás apenas de Messi e Cristiano Ronaldo.

2C3C563400000578-0-image-a-19_1442174500744

Trazendo este debate pro nosso futebol, aqui no Brasil, uma questão foi bastante comentada entre os flamenguistas – “Se o Diego ficasse com a 10, o Fla venderia mais camisas?”. O jogador que foi recebido por uma multidão no aeroporto escolheu a camisa 35, fazendo referência aos seus filhos de 3 e 5 anos. A 10 atualmente está sendo usada pelo Ederson e assim permanecerá até o fim da temporada.

Imagens: Divulgação
Raphael Lavor é publicitário, fanático por futebol, colecionador de camisas e trabalha na Klefer Marketing Esportivo.

Category: CamisasMarketing