#HistoriaYFuturo | Do logo ao estádio, tudo novo no Atlético de Madrid

Hoje (9), em evento transmitido ao vivo via Facebook (veja acima), Youtube e Twitter, o Atlético de Madrid apresentou suas principais mudanças para a temporada 2017-18.

atl-000

A primeira delas está no logo, que sofreu a 12ª modernização da história. Seguindo as tendências mundias do rebranding boleiro, os elementos foram preservados, mas simplificados. A forma geral, porém, é completamente outra: o desenho do brasão perdeu as arestas e teve o topo arredondado, as listras vermelhas e brancas são mais grossas, o azul é mais escuro e os elementos gráficos (o urso e o medronheiro) na parte superior perderam o limite branco triangular.

atl-001

A segunda mudança — e a que mais vai impactar no futuro do clube –, é o anúncio oficial da nova casa colchonera: sai o estádio Vicente Calderón e entra o Wanda Metropolitano.

wanda-001

wanda-002

wanda-003

Como você notou, estádio conta com o naming rights do grupo chinês Dalian Wanda, que é proprietário de 20% do Atlético de Madrid. Serão 67 mil lugares, sendo que 30 mil já estão reservados para a próxima temporada. Um dado ainda mais expressivo se considerarmos que o preço do abono mais popular no Metropolitano será de € 250,00 contra € 75,00 do Calderón nesta temporada. Quer dizer, antes mesmo de começar a operar, a casa colchonera já faturou, no mínimo, € 7,5 milhões em bilheteria.

wanda-004

Imagens: Divulgação.

Category: Marketing