Financeiramente, 2015-16 foi a temporada dos recordes para o Manchester United

united-1

No mesmo dia em que ganhou mais um patrocinador global — a Apolo Tyres, que saiu de seu portfólio regional —, o Manchester United revelou em seu resultado financeiro da temporada 2015-16 o porquê de tantas marcas querem se aproximar de Old Trafford. Em contraste ao que se viu nos gramados (onde a não classificação à UEFA Champions League tirou um pouco do brilho da 12ª conquista na The Emirates FA Cup), os red devils conquistaram o lucro operacional recorde de £ 68,9 milhões, sendo o lucro consolidado de £ 36,4 milhões.

ibra 0

A base desse resultado foi uma arrecadação pós-impostos também recorde, de £ 191.9 milhões (a partir de £ 515,3 milhões brutos, outra marca inédita). E as maiores fatias dessa receita foram as comerciais, fechadas em £ 268,3 milhões (+36,6% em relação a 2014-15), sendo:

– £ 160,1 milhões (+3.4%) em patrocínios, com o clube anunciando seis acordos globais, cinco regionais e três operacionais (financeiros, telecomunicações e MUTV) no período;
– £ 97,3 milhões (+207,9%) em merchandising, varejo e licenciamento, devidos, em muito à ativação da parceria com a adidas; e
– £10.9 milhões (+4,8%) em distribuição de conteúdo.

fa-cup

Somada à progressão nas copas domésticas — culminando no já citado título da The Emirates FA Cup –, a participação do Manchester United nas competições da UEFA (oito partidas na Champions e outras quatro na Europa League) fiz as receitas de match day subirem 17,7%, alcançando £ 106,6 millhões. Os torneios continentais também fizeram os ganhos com Direitos de TV dispararem 30,4%, chegando a £ 140,4 milhões.

Curiosamente, a dívida do Manchester United subiu, e agora está em £ 260,9 milhões (+£ 5,7 milhões sobre 2014-15). Segundo o balanço, a explicação está nos investimentos do clube em infraestrutura e da variação cambial entre libra esterlina e o dólar — sobretudo no quarto trimestre, com a aprovação da #Brexit>.

united-002

Para 2016-17, o Manchester United projeta uma arrecadação bruta entre £ 530 milhões e £ 540 milhões. O novo acordo de TV para o triênio 2016-19 e o segundo ano de parceria com a adidas, encorado por um mercado de projeção mundial — como Paul Pogba (contratação mais cara de todos os tempos) e Ibrahimovic (que veio de graça) –, tendem a ser os principais pilares desse aumento. Melhor instalarem grandes cofres em Old Trafford.

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagens: Divulgação.

Category: Marketing