Daily Mail | Tottenham deve vestir Nike a partir de 2017-18

tots

Já está no ar há alguns meses. E o jornal britânico Daily Mail praticamente cravou: a partir da próxima temporada, a Nike substituirá a Under Armour como fornecedora esportiva do Tottenham. O valor do negócio? £ 25 milhões anuais – bem inferiores à cifra que a swoosh vai desembolsar com o vizinho Chelsea (até £ 60 milhões anuais pelos próximos 15 anos); mas, ao mesmo tempo, 150% maior em relação aos £ 10 milhões que os Spurs faturam atualmente.

tots2

“Mas por que investir em dois clubes da mesma cidade?” Porque essa cidade é Londres, o principal mercado inglês para vendas de camisas, onde, desde que perdeu o Arsenal para a PUMA (2014), a Nike conta apenas com o Manchester City – que, por sua vez, pode assinar com a Under Armour. Com Chelsea e Tottenham, a swoosh não apenas defenderia sua manutenção na capital como teria a oportunidade de abocanhar a maioria das vendas entre clubes locais.

Caso o negócio se concretize, a Nike será a nona fornecedora esportiva da história do Tottenham, vindo após Umbro (1957-78 e 1991-95), Admiral (1978-80), le coq sportif (1980-85), Hummel (1985-91), Pony (1995-99), adidas (1999-2002), Kappa (2002-06), PUMA (2006-12) e, claro, Under Armour, que chegou à Premier League através do clubes, na temporada 2012-13.

Thiago Zanetin tem 31 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na Serie A e na Europa.

Imagens: Divulgação.

Category: CamisasMarketingMercadoNegócios