Bolton tem 1 mês para evitar falência. E a torcida já entrou em campo

bolton 002

Da Premier League à bancarrota em apenas quatro anos. Será esse o epílogo do Bolton Wanderers? Lanterna convicto da Segundona (Sky Bet Championship) e operando no vermelho há quase uma década, o clube precisa quitar £ 3 milhões em dívidas até o próximo dia 22 de fevereiro para não sofrer intervenção administrativa – como já aconteceu recentemente com Leeds United e Portsmouth. Caso não consiga, os trotters perderão 12 pontos na tabela – o que praticamente consumaria a queda para a Terceirona – e terá o processo de venda do seu título esportivo terá início.


“E quem se interessaria pelo Bolton nesse estado?” Sua torcida, claro. Há menos de uma semana, nasceu dela a Bolton Wanderers Football Club Supporters Trust-BWFCST, que, já conta com quase 3 mil membros. Se continuar crescendo nesse ritmo (e se seus recursos também aumentarem), a iniciativa poderá ser uma alternativa real, já que, partir desta temporada, associações de torcedores passaram a ser compradores preferenciais dos clubes da Football League. Se não tiver condições de ser majoritária, a BWFCST buscará a maior participação possível.

none

O Bolton pode, ainda, receber uma “ajuda emergencial” do seu rival Wigan Athletic, que está disposto a desembolsar £ 2,5 milhões para adquirir o centro de treinamento de Euxton. Pouco diante dos £ 172,9 milhões em débitos que devoram as receitas do clube. Esperamos que os próximos administradores dos trotters, sejam ou não os torcedores, tomem como modelos as administrações populares do já citado Portsmouth, que precisou de apenas 18 meses para quitar sua concordata, e do galês Wrexham, que zerou suas dívidas em dois anos. Apenas dois entre muitos exemplos que, se não conseguir salvar sua história agora, o Bolton ainda poderá mudá-la para o futuro.

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercado