#‎DFML16‬ | Pelo 11º ano seguido, Real Madrid comanda Football Money League

02 cristiano

Ao mesmo tempo em que busca sua 11ª taça na UEFA Champions League, o Real Madrid já pode comemorar o 11º ano consecutivo na liderança do Football Money League, da Deloitte. Divulgada hoje (21), a nova edição do estudo, que considera os dados da temporada anterior (2014-15), mostra que as receitas do clube cresceram 5%, saltando de € 549,5 milhões para € 577 milhões. Este, porém, deve ser o último ano do reinado merengue, já que o Manchester United, hoje 3º colocado (€ 519,5 milhões) deve se beneficiar do novo acordo de broadcasting fechado pela Premier League e dos crescentes resultados comerciais da sua parceria com a adidas. Entre ambos está o Barcelona, que, ao som de títulos, aumentou seus ganhos em 16% para, pela primeira vez, ultrapassar (e muito) a barreira do meio milhão de euros.

psg

Quem não para de crescer é o Paris Saint-Germain, que chegou à 4ª posição, com € 480,8 milhões (alta de 2% em relação a 2013-14), sendo que 62% dessa cifra veio de receitas comerciais – o índice mais alto do estudo nesse quesito. Fechando o TOP 5, o Bayern registrou sua primeira queda de faturamento em muito anos, “despencando” para € 474 milhões (-3%); esse número, porém, está bem abaixo do volume de negócios divulgado pelos bávaros em seu último balanço, no qual o clube registro o maior lucro operacional de sua história.

Em números gerais, os 20 clubes em destaque no Football Money League 2016 faturaram € 6,6 bilhões, 8% a mais em relação ao estudo anterior, sendo que as receitas comerciais superaram as de broadcasting (€ 2,7 bilhões contra € 2,6 bilhões). A Inglaterra conta com nove representantes, ainda, emplacou outros oito clubes no TOP 30 – um recorde. Cada vez mais “TV-dependente”, o futebol da Itália agora conta também com a Roma (16ª), que viu suas receitas crescerem 42% e, agora, faz companhia às sempre presentes Juventus (10ª colocada, em alta), Milan (14º, dono da maior queda de faturamento do estudo) e Internazionale (19ª, voltando a crescer nas cifras mas perdendo posições na classificação).

Na Alemanha, os arquirrivais Borussia Dortmund e Schalke 04, embora muito distantes do Bayern, continuam crescendo com consistência: são, respectivamente, 11º e 13º colocados, com € 280,6 milhóes (+7%) e € 219,7 milhões (+3%). O mesmo cenário é notado na Espanha, onde, mesmo faturando 10% em relação a 2013-14, o Atlético de Madrid (15º) está a “pouco menos” de € 400 milhões atrás dos já citados Real Madrid e Barcelona. Por fim, o também já citado Paris Saint-Germain se mostra como a única potência financeira global no futebol da França, respondendo sozinho, por 7% das receitas consolidadas neste Football Money League.

uk-deloitte-sports-football-money-league-2016-infographic

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercadoNegócios