#USLrising | Com rebrand e parceria da MLS, USL quer ser a 2ª liga dos EUA

usl

Qual o campeonato que mais cresce no futebol dos EUA? Em termos de visibilidade, sem dúvida é a Major League Soccer-MLS. Mas quando o assunto é expansão, ninguém supera as 13 estreias que acontecerão na temporada 2015 da já antiga “Terceirona” USL PRO. E dizemos antiga porque, nos últimos dias, a liga apresentou um rebrand completo, simplificando seu nome para apenas USL-United Soccer League, e oferecendo versões personalizadas de seu novo logo para cada uma de suas franquias.

usl 4

As mudanças reproduzem à risca a nova estratégia de marca da MLS. E isso não é coincidência. Além de sete das novas equipes da USL serem “times-B” de clubes da elite (Seattle Sounders 2, Portland Timblers 2, Toronto FC 2, New York Red Bulls 2, Vancouver Whitecaps 2, Real Monarchs e FC Montreal), existe, já há alguns anos, um protocolo de colaboração técnica entre as duas ligas. Por esse acordo, os clubes da USL podem se filiar aos seus “irmão maiores”, recebendo jogadores e, principalmente, know how estrutural para todos os setores – desde a administração empresarial e o marketing até a criação e gestão das categorias de base.

usl 5

“Então a USL funciona como uma “desenvolvedora” da MLS?”. Sim, mas essa é só uma parte mais recente do seu trabalho. Desde sua fundação, em 2010, a liga também desempenha outro papel, fundamental: o de popularizar o futebol profissional nos EUA. Basta pensar no Orlando City, que, antes de se tornar um promissor newcomer entre os grandes, estabeleceu-se na “Serie C” como a franquia com a maior base de fãs fora da elite – processo que, agora, o Sacramento Republic busca repetir. O mesmo pode acontecer, por exemplo, com o Austin Aztex, que retorna ao profissionalismo após cravar alguns dos maiores públicos da “Quarta Divisão” PDL-Pro Development League; ou com o Charlotte Independence, que na já nasceu mirando o pelotão principal do soccer.

usl 7

São esses os cenários e perspectivas que sustentam a principal ambição da USL: tomar o lugar da North American Soccer League-NASL como a segunda liga em importância nos Estados Unidos. Será um duelo de primeira, já que a dita “Segundona”, agora, conta com dois campeões de público – Indy Eleven e o debutante Jacksonville Armada -, e dois clubes formatados para a internacionalização: o New York Cosmos, de “Raúl Madrid” e o Fort Lauderdale Strikers, de Ronaldo Fenômeno.

Thiago Zanetin tem 29 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: Marketing