Rosario Central vai lançar coleção casual sem Nike. Saiba por que:

rosario 3

Na ativa há menos de um ano, e válida ainda pelos próximos três, a parceria entre Rosário Central e Nike já dá seu primeiro sinal de desgaste. De acordo com inúmeros sites de torcedores, as lojas do clube estão praticamente sem uniformes oficiais, de jogo e de treino, assinados pela swoosh. E para sanar esse déficit de oferta, o departamento de marketing canalla planeja, já para dezembro, o lançamento de uma colação casual com marca própria, composta por camisetas, jaquetas, calções e diversos acessórios.

Problema de logística? Não, de contrato. Diferente de seus conterrâneos Boca Juniors e San Lorenzo, o Rosário Central não é patrocinado pela Nike; a gigante americana fornece design e produção, e as peças são abonadas, a preço de custo, pelo próprio clube, que deve receber 15% do valor total das vendas. O pagamento, porém, é previsto apenas para o final de cada temporada. Isso diminui a capacidade compra da operação, comprometendo o abastecimento das lojas e, claro, as futuras vendas e royalties. Uma equação lógica, que, também logicamente, tem desfavorecido os negócios em Arroyito. Nesse ponto, o RC estava melhor coberto pela sua ex-parceira Olympikus.

 

Thiago Zanetin tem 29 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingNegócios

Tags: