Pesadelo gráfico: designer italiano troca identidades de arquirrivais

001

Em 2012-13, Internazionale e Nike despertaram a ira dos torcedores nerazzurri ao lançar uma camisa vermelha, cor que integra a identidade do seu arquirrival, Milan (relembre aqui). Três anos depois, o italiano Nicolò Valenti resolveu potencializar a polêmica: não só manteve a Inter rossa como criou um Milan azul-e-preto e inverteu as identidades de outros cinco clássicos, em seu projeto Se la tua squadra del cuore cambiasse volto (“Se o seu time do coração trocasse de cara”).

002

003

004

Uma crítica? O trabalho poderia ir além do eixo Itália-Alemanha-Inglaterra e trabalhar rivalidades quentes de outros centros europeus, como Celtic x Rangers (Escócia); Crvena Zvezda x Partisan (Sérvia); Borussia Dortmund x Schalke 04 (Alemanha); Olympiakos x Panathinaikos (Grécia); Paris Saint-Germain x Olympique Marseille e Saint-Etienne x Lyon (França); Benfica x Porto x Sporting (Portugal); Ajax x Feyenoord (Holanda); e Fenerbahçe x Galatasaray (Turquia). E, numa eventual viagem latinoamericana, os dérbis brasileiros e argentinos não poderiam ficar de fora.

005

006

007

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Behance

Category: Arte