Com cifra recorde, Sócio Torcedor do Inter rende acima das cotas de TV de 2015 e 2016

inter 002

Mesmo tendo caído da liderança para a terceira posição no ranking dos programas de sócios-torcedores do Movimento Por Um Futebol Melhor, o Internacional só tem a comemorar. Em 2015, os seus mais de 112 mil sócios adimplentes registraram um novo recorde de receitas: R$ 66 milhões (R$ 8 milhões a mais do que em 2014), cifra que supera amplamente a cota de TV de R$ 45 milhões, recebida pelo colorado nesta temporada, e também a de 2016, calculada em R$ 60 milhões.

Boa parte desse resultado foi construída ainda no primeiro trimestre, quando o Inter ganhou ganhou cerca de 9 mil novos associados em vista da sua campanha na Copa Bridgestone Libertadores 2016. Uma procura que se refletiu nas arquibancadas: em 6 jogos no torneio, o Beira-Rio recebeu, em média 36.813 torcedores (contra 21.488 na média geral da temporada), com 73% de ocupação (42% ao longo de 2015) e R$ 10.392.420 de arrecadação – quase 40% do total de bilheteria no ano.

gigante de vantagens

Em 2016, o Inter não terá o “apoio” da Libertadores, mas já conta com a iniciativa Gigante de Vantagens, que amplia a rede de benefícios e descontos para os sócios colorados. Através dela, o colorado deverá, primeiro, trabalhar para reduzir a taxa de inadimplência, que ficou em 15% no ano – e foi determinante par que o clube perdesse a ponta no Futebol Melhor. A projeção, porém, é otimista, já que o Inter somou mais de 20 mil novos associados nesta temporada (em 2014 tinham sido 16.252) e trabalha com mais de 100 mil em sua carteira desde 2009.

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercado