Brand Finance | Quais os 50 clubes mais valiosos do mundo?

brand finance

A consultoria Brand Finance divulgou hoje (8) a nova edição do seu estudo “Football 50” – que, como o próprio nome entrega, estabelece um ranking dos 50 clubes com maior valor de marca no futebol mundial. A seguir, destacamos algumas das performances mais significativas. Para ler o relatório completo, clique aqui.

united

3º colocado em 2014, o Manchester United não apenas lidera o ranking deste ano, à frente de Bayer e Real Madrid (respectivos campeão e vice no último levantamento), como também se consagrou como o primeiro clube a romper a barreira do US$ 1 bilhão. US$ 1,2 bilhão, para sermos exatos. E isso numa temporada sem UEFA Champions League.

Como? Duas respostas: a primeira está no portfólio comercial do clube, que, além de liderar os patrocínios regionais no futebol europeu, possui atualmente o maior máster de camisa do mundo (Chevrolet, £ 47 milhões por ano); e a segunda vem dos direitos de TV da Premier League, que renderam £ 96,7 milhões aos cofres de Old Trafford.

E já se projetam novos recordes para o futuro, uma vez que, em 2015-16, o Manchester United ativará seu contrato de fornecimento esportivo com a adidas (£ 750 milhões pelos próximos dez anos); e, em 2016-17, aumentará muito suas receitas de broadcasting graças ao novo acordo de mídia da Premier League para o triênio 2016-19, avaliado em £ 9 bilhões (mercados doméstico e internacional) por temporada.

barca

Pelos lados do Barcelona (6º), o título da UEFA Champions League, que completou a tríplice coroa, adicionou US$ 28 milhões à avaliação total do clube: US$ 773 milhões. Uma valorização de US$ 151 milhões em relação a 2014, insulficiente porém, para barrar o rápido crescimento dos ingleses Manchester City (4º, US$ 800 milhões) e Chelsea (5º, US$ 795 milhões) – que, por terem feito campanhas melhores do que o Manchester United receberam ainda mais em direitos de TV. Arsenal (US$ 703 milhões), Liverpool (US$ 577 milhões), Paris Saint-Germain (US$ 541 milhões) e Tottenham (US$ 360 milhões) completam o TOP 10.

none

Melhor italiana da temporada, a Juventus, claro, também registrou o melhor resultado do país no estudo. A Signora saltou do 13º para o 11º lugar, aumentando seu valor de US$ 247 milhões para US$ 350 milhões. Somado aos títulos na Serie A TIM e na TIM Cup (Coppa Italia), o vice na UEFA Champions League foi determinante para o resultado, pois, além das premiações por desempenho, também considera o pool de mídia da UEFA, que deve ver o clube de Turim como maior arrecadador – “ajudada” também, por Roma e Napoli, que foram eliminados na fase de grupos do torneio e “desceram” para a divisão de mídia da Europa League.

Graziano Pelle

18º colocado, o Southampton foi o clube que registrou 89% de valorização, o maior índice do estudo, saltando de US$ 96 milhões, em 2014, para US$ 183 milhões em 2015. Como no caso de seus companheiros ingleses, a TV ajudou: 7º colocado na Premier League, o clube teve direito a £ 82,5 milhões em broadcasting. Os saints, que vão receber novo impulso financeiro com a reativação do seu acordo de fornecimento junto à adidas, terão, ainda, a chance de conquistar novos valores se realizarem uma boa campanha na próxima UEFA Europa League. Completam o TOP 10 de crescimento: Everton (88%), Stoke City (87%) West Ham United (86%), São Paulo (74%), PSG (67%), Manchester United (63%), Chelsea (58%), Mancchester City e West Bromwich (57% cada).

sp

Únicos brasileiros (e latino-americanos) presentes no estudo, São Paulo e Corinthians aparecem em situações diversas. O tricolor, com você viu, está entre os clubes que mais cresceram, com valor de US$ 95 milhões, na 43ª posição. O Timão, por outro lado, está entre os cinco clubes que mais decresceram de 2014 para cá (-9%; “melhor” apenas do que o Hamburgo, com -25%), aparecendo na 48ª posição, com US$ 79 milhões. Ajax (-3%), Schalke 04 (-4%) e Werder Bremen (-6%) são outros que pioraram suas marcas.

Thiago Zanetin tem 29 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercado