Agora é oficial: Ancona 1905 é o 1º clube da Itália controlado por torcedores

ancona 3

Em junho, dissemos que a associação de torcedores Sosteniamolancona já havia chegado a um acordo para receber, gratuitamente, 88% das ações da Ancona 1905, tornando-se, assim, a primeira supporters trust no comando de um clube profissional italiano. E, para o bem do futebol na Bota, o negócio foi realmente fechado. Desde ontem (17), os dorici são oficialmente donos do seu clube – de sua paixão.

ancona

A partir de agora, a Ancona 1905 é gerida pela Fondazione Unione Anconitana, um órgão popular, sem fins lucrativos, aberto à participação de todos os torcedores e empreendedores locais. Essa fundação assumirá 100% da administração dorica (patrimônio, gestão empresarial e operações financeiras), ao mesmo tempo em que promoverá projetos que visam à difusão do futebol, como esporte e cultura, na cidade e província, sobretudo entre os jovens; mais do que apenas buscar talentos para suas categorias de base, o objetivo é fazer com que toda a vida esportiva e social anconitana transite em torno da Ancona 1905.

Iniciativas de autofinanciamento, como coletas e crowdfundings também estão previstas, seja para executar ou manter iniciativas da Ancora 1905 – como a “Ancona Respect”, uma escola sobre a história do clube, que tem como sede o Stadio Dorico -, seja para expandir o capital da fundação, fundamental caso os alvirrubros do Marche possam avançar sustentavelmente na hierarquia do calcio (atualmente, estão na Lega Pro, equivalente à Série C).

É evidente que, na teoria, tudo parece muito simples e óbvio. Na prática, porém, vai dar muito trabalho. Principalmente porque falamos de um clube provinciano, que praticamente não tem apelo (leia-se: não tem público) fora de sua região e, pior do que isso, é naturalmente “vampirizado” pelos gigantes da elite. Os torcedores, porém, merecem essa oportunidade; afinal, em meio à última década de falências, desfiliações e jogos da Ancona 1905 nas divisões amadoras da Itália, eram eles que estavam nas arquibancadas. E também foram eles que idealizaram a propriedade popular, com a constituição da Sosteniamolancona (vê como a história se completa?).

Exemplos de sucesso existem: o Portsmouth, que zerou sua concordata em 18 meses; o Wrexham, que passou do vermelho para o azul em duas temporadas; o United of Manchester, com dívida zerada e estádio próprio; e o AFC Wimbledon, que se tornou o primeiro community club profissional inglês; o Salamanca recriado pela própria torcida. Companheiros de ideias também estão presentes por toda a Itália, como Fondazione Taras (Taranto), Lucca United (Lucchese), Cava United (Cavese), MyRoma (Roma), Mia Terracina (Terracina), I Biancorossi (Barletta) Verona nel Cuore (Hellas Verona), Il Parma Siamo Noi (Parma), e tantas outras que ainda poderão nascer com o sucesso do modelo da Ancona 1905. O futebol da Bota está popularmente anêmico. Que se alimente, então, do torcedor.

Thiago Zanetin tem 30 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha sempre em ver as verdadeiras cores gialloblù da cidade brilhando Europa afora.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingNegócios