#PerfectMatch | Standard Chartered e Liverpool contra a deficiência visual

liverpool

Patrocinador oficial do Liverpool, o banco Standard Chartered reativou sua iniciativa “Seeing is Believing” (“Enxergar É Acreditar”, em tradução livre), que busca arrecadar fundos para instituições que lutam contra a cegueira evitável. E os reds, claro, não poderiam ficar de fora. A exemplo de outras temporadas, o clube lançou uma nova versão da campanha de conteúdo #PerfectMatch, que, durante toda a semana, mostrou ações de informação e entretenimento condizidas por duplas (matches, parceiros). Um trabalho de envolvimento que vai além do tradicional “Por favor, doe”, e já ultrapassou 250 mil visualizações no YouTube. Confira:

No primeiro vídeo, o ex-goleador do Liverpool, Robbie Fowler, e o atual atacante dos reds, Daniel Sturridge, vestiram a camisa da campanha (e do clube) em um bate-papo sobre a atual temporada.

O segundo vídeo mostra uma noite de futebol promovida por Mignolet e Aspas na Royal School of the Blind, a mais antiga escola para cegos e amblíopes do mundo, que é uma das beneficiadas pela iniciativa Seeing is Believing. Lá, eles anunciaram que as camisas da próxima partida do Liverpool, contra o Tottenham, serão leiloadas em favor da instituição.

A partir do terceiro vídeo, começa um pequeno “campeonato” entre duplas, formadas por: Lucas Leiva e Jordan Henderson, atletas do Liverpool; Robbie Fowler (de novo ele) e Steve McManaman, ex-reds; e as celebridades John Bishop e Andy Brown. A primeira prova é uma paródia do programa “Mr. & Mrs.”, em que os participantes põem à prova o seu “entrosamento” num jogo cego de perguntas e respostas.

Na quarto vídeo, as duplas testam suas habilidades, trocando o maior número de passes em um minuto. Os ex-jogadores usam uma bola tamanho 3; as celebridades, uma “gorduchinha” oficial; e os atuais atletas do Liverpool, uma bolinha de tênis.

No quinto e último vídeo, as duplas participam de mais um jogo cego, pondo à prova sentidos como tato, olfato e paladar. Assim como um portador de deficiência visual, eles só podem identificar o mundo a partir do que sentem.

Imagem: Divulgação

Category: MarketingRedes Sociais

Comentários