Na Terceirona, Pavia se torna primeiro italiano de propriedade chinesa

pavia2

Nos últimos dias, o fundo chinês Pingj Shanghai Investments, através de sua subsidiária Agenzia per l’Italia, adquiriu 100% das ações do mais que centenário Pavia, que fará sua quarta temporada seguida na Terceirona italiana.

Dessa forma, o clube lombardo se torna o primeiro da “Bota” comandado por uma empresa da China, e a quarta associação profissional sob controle estrangeiro no país, ao lado de Unione Venezia (que tem propriedade russa), Roma (americana) e Internazionale (indonésia). O valor do negócio não foi divulgado.

Imagem: Divulgação

Category: MarketingMercadoNegócios