Campeão da Sul-Americana pode ganhar mais de US$ 8 mi com prêmios em 2015

Argentina's Independiente footballers ho

Os péssimos critérios da CBF para definir os classificados à Copa TOTAL Sul-Americana representam um erro pelo qual os nossos clubes seguem pagando caríssimo. E não falamos do rol de campeões, onde o futebol brasileiro tem apenas dois representantes (Internacional e São Paulo) em 12 edições. Os problemas, aqui, são de exposição e, acima de tudo, de finanças.

Explicando. O vencedor da Copa TOTAL Sul-Americana tem acesso a quatro torneios internacionais na temporada seguinte: Copa Bridgestone Libertadores da América, Recopa Santander, Copa Sugura Bank (Japão) e à própria Sul-Americana, a partir das oitavas-de-final. Em 2014, as premiações para os campeões de cada disputa foram, respectivamente, de US$ 5.425.000, US$ 300.000, US$ 200.000 e US$ 2.085.000.

suda 2

Transportando esses dados para a final de hoje (10), então, é possível dizer que quem sair campão entre River Plate e Atlético Nacional de Medellin terá, além de US$ 1.200.000 nos cofres pela partida (o vice ganhará US$ 550.000), uma estimativa de lucrar até US$ 8.010.000 em 2015 com premiações. Ganhos nas bilheterias – só os argentinos estimam arrecadar 60 milhões de pesos -, eventuais patrocínios e visibilidade internacional deixam a equação ainda mais interessante. E tudo isso em, no máximo, 12 jogos.

Motivos a mais para River e Atlético Nacional, que já ganharam respectivos US$ 1.035.000 e US$ 1.135.000 por suas campanhas (os colombianos disputaram uma fase a mais), correrem atrás da glória. E para que os nossos clubes – e a CBF – passem a correr atrás do já grande prejuízo.

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercado

Comentários

  1. Olha mesmo assim, é um valor irrisório. A Conmebol paga muito pouco pelo lucro que ela tem com essas competições sul-americanas. Agora para ir até o Japão, pagam apenas 200 mil dólares? É prejuízo na certa.
    O que eu percebi nessa Copa Sul-Americana, é que apenas haviam apenas três ou quatro patrocinadores nas placas de publicidade, será má-gestão da Conmebol, ou o valor está muito alto? Eu particularmente, acho isso muito feio, parece que desprestigia o torneio.