Retrospectiva: Nike e Brasil, uma parceria de sucesso

Nike_Brasil_Jersey_Genome_1998-2014_small_30534

A parceria entre CBF e Nike, intermediada pela Traffic Sports, é uma das mais famosas e bem sucedidas da história. Com o swoosh no manto há 18 anos, a nossa seleção conquistou muitos títulos dentro das quatro linhas.

Confira o desempenho de cada camisa:

1996/1997

Jogos: 24 – Vitórias: 20 – Derrotas: 1 – Empates: 3

Artilheiros: Romário (16), Ronaldo (12) e Denílson (6)

Quem mais vestiu a camisa: Cafu (20), Ronaldo (20) e Aldair (19)

Títulos: Copa América e Copa das Confederações

Nike_Brasil_Jersey_Genome_1996_30546

 

1998/1999

Jogos: 40  – Vitórias: 24 – Derrotas:  7 – Empates: 9

Artilheiros: Rivaldo (15), Ronaldo (13), Amoroso (9)

Quem mais vestiu a camisa: Rivaldo (27), Cafu (25) e Roberto Carlos (25)

Títulos: Copa América

Nike-Brasil-Jersey-Genome-1998_30562

 

2000/2001

Jogos:  34 – Vitórias:  17 – Derrotas:  10 – Empates: 7

Artilheiros: Rivaldo (11), Romário (10) e Edílson (4)

Quem mais vestiu a camisa: Vampeta (22), Rivaldo (19) e Dida (17)

Títulos: Nenhum

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2000_30540

 

2002/2003

Jogos:  28 – Vitórias:  19 – Derrotas:  3 – Empates: 6

Artilheiros: Ronaldo (13), Ronaldinho Gaúcho (8) e Rivaldo (5)

Quem mais vestiu a camisa: Gilberto Silva (24), Kléberson (21) e Ronaldo (21)

Títulos: Copa do Mundo

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2002_30537

 

 2004/2005

Jogos:  35  – Vitórias: 19 – Derrotas:  4 – Empates: 12

Artilheiros: Adriano (19), Ronaldinho Gaúcho (12) e Ronaldo (9)

Quem mais vestiu a camisa: Renato (25), Adriano (25) e Ronaldinho Gaúcho (24)

Títulos: Copa América e Copa das Confederações

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2004_30539

 

2006/2007

Jogos: 32  – Vitórias:  23 – Derrotas: 6  – Empates: 6

Artilheiros: Kaká (13), Robinho (10) e Ronaldo (7)

Quem mais vestiu a camisa: Robinho (29), Gilberto Silva (28) e Juan (27)

Títulos: Copa América

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2006_30536

 

2008/2009

Jogos: 28  – Vitórias: 20 – Derrotas: 5  – Empates: 3

Artilheiros: Luis Fabiano (18), Robinho (8) e Nilmar (7)

Quem mais vestiu a camisa: Adriano (27), Ramires (26) e Kléber (23)

Títulos: Copa das Confederações

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2008_30541

2010

Jogos: 12 – Vitórias: 9 – Derrotas:  2 – Empates: 1

Artilheiros: Robinho (6), Alexandre Pato (3) e Elano (3)

Quem mais vestiu a camisa: Daniel Alves (12), Robinho (11) e Ramires (10)

Títulos: Nenhum

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2010_original

2011

Jogos: 16  – Vitórias: 9 – Derrotas: 2  – Empates: 5

Artilheiros: Neymar (7), Alexandre Pato (2) e Fred (2)

Quem mais vestiu a camisa: Neymar (13), Thiago Silva (13) e Lucas Leiva (12)

Títulos: Nenhum

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2011_30543

 

2012

Jogos: 13  – Vitórias: 9 – Derrotas: 3  – Empates: 1

Artilheiros: Neymar (9), Hulk (6) e Oscar (5)

Quem mais vestiu a camisa: Neymar (12), Lucas (12) e Hulk (10)

Títulos: Nenhum

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2012_30545

2013

Jogos: 19  – Vitórias: 13 – Derrotas: 2  – Empates: 4

Artilheiros: Neymar (10), Fred (9) e Jô (6)

Quem mais vestiu a camisa: Neymar (19), Paulinho (16), David Luiz (16), e Oscar (16)

Títulos: Copa das Confederações

Nike_Brasil_Jersey_Genome_2013_30535Imagens: Nike/Fonte: Nike

Category: Camisas

Tags:

Comentários

  1. De fato, a maioria delas são camisas horríveis, sem qualquer inspiração. Entretanto, a de 2006, sim, teve um lampejo de criatividade. A manga, por exemplo, era inspirada nos calçadões de Copacabana no lado inferior esquero lia-se “Nascido para jogar futebol”, além de ter as 5 estrelas na parte interna da gola e na parte externa traseira, lia-se “Brasil”, muito bem bordado, diga-se de passagem.
    Agora, que é duro ter seu time patrocinado pela Nike, é!
    ADIDAS é ótima! E sinto falta da Umbro, que fazia “senhores uniformes”

  2. Concordo com Danilo, a de 2006 é uma bonita camisa. Também gostei muito da de 2005, a da Copa das Confederações. Tinha uma layout muito interessante, mesmo com aquela bola ao redor do número frontal.

    O resto pode jogar no lixo.

    Adidas, filha, empenhe mais dinheiro para fazer a camisa do Brasil!