Novo estádio da Roma: como, onde e quando

A Roma está de mudança do Stadio Olimpico: até o início da temporada 2016/17, o clube espera estar pronto para inaugurar seu estádio particular, provisoriamente batizado como Franco Sensi – homenagem a um dos mais queridos presidentes de sua história.

Prioridade desde a cessão giallorossa ao ítalo-americano Thomas di Benedetto, o projeto, que foi anunciado oficialmente na virada de 2012, ainda está em fase embrionária, mas já tem ideias claras.

A localidade escolhida foi Tor di Valle, suburbio sudoeste da cidade eterna, a poucos quilômetros do centro histórico e do próprio Stadio Olímpico. Lá, as ruinas de um já desativado e degradado hipódromo darão lugar a uma arena com capacidade para 55 a 60 mil pessoas (ideal para receber decisões dos campeonatos da UEFA), contando com instalações restaurantes, lojas (do clube e terceirizadas), escritórios e outras facilidades. Tudo a custos estimados entre € 160 e € 210 milhões – respectivamente, 48% e 100% a mais em relação ao investimento total para a construção do “Juventus Stadium”, primeiro estádio de propriedade da Itália.

De acordo com o clube, o iter burocrático com a Prefeitura local deverá ser superado em um ano. E, de acordo com o atual prefeito Gianni Alemanno, o projeto não está atrelado ao poder público – isto é: esteja quem estiver à frente da cidade, não existirão entraves. Nos planos da dirigência romanista, a pedra fundamental do “Franco Sensi” deverá ser lançada já em 2014. É esperar para ver.

Imagens: Divulgação

Category: Marketing

Tags: