Negócio desfeito: Nissan rompe com o Vasco da Gama após briga entre torcidas

vasco nissan 2

Conforme adiantamos em nosso Facebook, a Nissan rescindiu o seu contrato de patrocínio com o Vasco da Gama. A confirmação aconteceu hoje (16), através de um comunicado divulgado nas redes sociais (leia abaixo). O motivo foi a barbárie promovida por torcedores organizados vascaínos e do Atlético Paranaense na última rodada do Brasileirão 2013, quando o cruz-maltino teve decretado o seu retorno para a Série B.

vasco nissan

Com a recisão, o Vasco deixará de receber R$ 7 milhões apenas em 2014, e outros R$ 21 até o fim do primeiro semestre de 2017. E esse prejuízo vai se somar às inevitáveis perdas de bilheteria e custos logísticos, já que, graças à confusão, o clube foi punido legalmente com a perda de oito mandos de jogo na Segundona, sendo quatro com portões fechados. Tempos difíceis pelos lados de São Januário.

Imagens: Divulgação

Category: Marketing

Comentários

  1. Ah tá que isso foi reflexo dos “inaceitáveis atos de violência”. O Vasco foi para a segunda divisão e com uma visibilidade não compatível com o investimento a Nissan pulou da nau. Simples assim.