Marcas americanas valorizam fornecimento esportivo na Premier League

tot liv

Quase um ano depois, há quem ainda não se acostume em ver Liverpool e Tottenham vestindo, respectivamente, Warrior e Under Armour. O fluxo de negócios da Football Association, porém, está mais do que adaptado a essa mudança. E não sem motivos.

De acordo com estudo da renomada REPUCOM (líder global em marketing esportivo e pesquisa) em parceria com a britânica PR Marketing, a entrada das marcas americanas, com investimentos anuais na casa dos £ 41 milhões, impulsionou para £ 117,3 milhões o total arrecadado pelos 20 clubes da Barclays Premier League com acordos de fornecimento nesta temporada – valor médio de £ 6 milhões por contrato, 32% a mais em relação a 2011-12.

Com isso, o campeonato inglês ratifica sua liderança neste tipo de negociação no futebol europeu – bem à frente Liga BBVA (na Espanha, onde os kits valem, em média, £ 3,4 milhões), Serie A TIM (Itália, £2,7 milhões), 1. Bundesliga (Alemanha, £ 2,6 milhões) e Ligue 1 (França, £ 1,4 milhão) -, respondendo por dois-quintos do total de £ 315 milhões acumulado nas cinco principais ligas do continente.

Imagem: Telegraph

Category: MarketingMercadoNegócios

Tags:

Comentários

  1. Tudo bem ! que estão ganhando dinheiro más as fardas são um horror !

  2. Que estão ganhando dinheiro isso ninguem pode negar más as roupas são verdadeiras um lixo !

  3. Realmente o lucro apresentado pode ser relevante, mas os uniformes, como citado pelos outros comentários, não são bonitos! Com isso, a venda desses materiais diminui… Além disso os clubes da Premier League, podem até estar na liga mais rica, porém não sabem aproveitar o que recebem anualmente, tanto é que se pensarmos nos melhores clubes do mundo atualmente nos vem a mente: Bayern de Munique, Real Madrid, Barcelona, Borussia Dortmund, só depois lembramos de Manchester City, United, Chelsea…

  4. Realmente os uniformes da Warrior
    Deixam a desejar e além disso desagradam seus clientes, que irá ser substituída pela New Balance. Mas a Under Armour está imune as críticas (de quem entende), pois seus uniformes são de alta qualidade e designe razoável.