Ghiggia, o Maracanazo e, 63 anos depois, o grito de gol

ghiggiamaraca (1)

Ontem (20), antes de confirmar sua vaga na Copa do Mundo FIFA 2014, frente à Jordânia, o Uruguai homenageou um de seus maiores heróis: Alcides Edgardo Ghiggia, o autor do “Maracanazo”.

O que aconteceu naquele 16 de julho de 1950, no Maracanã, todos sabemos. E o silêncio que se “ouviu” depois do gol marcado pelo então, e eterno, camisa 7 celeste naquele dia ainda assombra pelo impacto. Foi o chamado “gol do século”. Mas não foi comemorado por ninguém nas arquibancadas.

63 anos depois, a Asociación Uruguaya de Fútbol-AUF e a agência Publicis transformaram silêncio em emoção com a ação El gol que nunca se gritó. O cenário foi o estádio Centenário; o elenco de apoio, os mais de 53 mil presentes; e a estrela, a história viva.

Imagem: Impedimento

Category: Marketing

Tags: