Forbes: valor médio de franquias da MLS aumentou 175% em cinco anos

kansas

No último sábado (7), o Sporting Kansas City se consagrou como máximo campeão da Major League Soccer 2013. Fora do campo, porém, os outros clubes também tem muito a comemorar: de acordo com um estudo recente da Forbes, o valor médio das franquias que integram o campeonato cresceu 175% nos últimos cinco anos, saltando de US$ 37 milhões para US$ 103 milhões.

A base para a comparação é um levantamento de 2008, feito pela própria publicação. Na época, a liga americana possuia apenas 14 participantes (cinco a menos do que hoje) e vivia o início de seu processo de expansão – cujos maiores marcos foram: a abertura aos clubes do Canadá, começando pelo Toronto FC; e a vinda de David Beckham para o LA Galaxy, contratação que colocou o torneio definitivamente no mapa midiático mundial.

seattle

E a tendência é de crescimento, já que, a partir de 2015, a MLS contará com o Orlando City (clube com a maior base de torcedores fora da elite americana) e o New York City FC (fundado pelo Manchester City em parceria com o clube de beisebol NY Yankees). Neste ano, quem comanda o ranking de valor é o Seattle Sounder, seguido de perto pelo LA Galaxy. O “estrangeiro” mais valioso é o já citado Toronto FC, à frente, inclusive, do atual campeão Kanasas. Confira:

01. Seattle Sounders: US$ 175 milhões
02. LA Galaxy: US$ 170 milhões
03. Portland Timbers: US$ 141 milhões
04. Houston Dynamo: US$ 125 milhões
05. Toronto FC: US$ 121 milhões
06. New York Red Bulls: US$ 108 milhões
07. Sporting Kansas: US$ 108 milhões
08. Chicago Fire: US$ 102 milhões
09. FC Dallas: US$ 97 milhões
10. Montreal Impact: US$ 96 milhões
11. Philadelphia Union: US$ 90 milhões
12. New Engand Revolution: US$ 89 milhões
13. Vancouver Whitecaps: US$ 86 milhões
14. Real Salt Lake: US$ 85 milhões
15. Colorado Rapids: US$ 76 milhões
16. San Jose Earthquakes: US$ 75 milhões
17. Columbus Crew: US$ 73 milhões
18. DC United: US$ 71 milhões
19. Chivas USA: US$ 64 milhões

Imagens: Divulgação

Category: MarketingMercadoNegócios