Contra Série B, torcida da Portuguesa cria movimento para acionar Justiça Comum

todos vamos a luta

O objetivo principal é manter a Portuguesa no lugar que conquistou por mérito, dentro das quatro linhas. A luta só vai acabar quando a Portuguesa obtiver o veredito da permanência na série A, custe o que custar. Assim se apresenta o movimento independente “Todos Vamos à Luta”, criado por torcedores após a ratificação da queda rubro-verde para a Série B do Brasileirão, ontem (27), no Pleno do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva-STJD.

Recapitulando: derrotada em primeira instância por escalar o suspenso atleta Héverton no último jogo da Série A, contra o Grêmio, a Lusa perdeu em definitivo quatro pontos (um pelo resultado da partida, 0x0; e outros três segundo as regras). Com isso, despencou da 12ª para a 17ª posição, a primeira da zona de degola, então ocupada pelo Fluminense.

lusa (1)

Sentindo-se lesados como consumidores do produto futebol, e alegando inconformidade da sentença do STJD à luz do Estatuto do Torcedor (ponto, aliás, utilizado pela defesa da Portuguesa), os organizadores do “Todos Vamos à Luta” propõem uma ampla frente popular na Justiça Comum. Até às 15:45 de hoje (28), já havia 2.570 adesões. Agora é esperar para ver se a torcida vai mesmo invadir o campo – ou a corte – na próxima rodada do interminável Campeonato Brasileiro 2013.

Imagens: Reprodução (1); Daniel Ramalho/Terra (2)

Category: Marketing

Comentários

  1. A regra é clara:escalou jogador irregular perde 3 pontos + o(s) ponto(s) conquistados na partida, portanto lusa REBAIXADA!!!

  2. Certíssimos os torcedores da LUSA, tem que ir à luta mesmo. Enquanto o Futebol Brasileiro, ficar à mercê da CBF e do STJD a bagunça nunca acabará.