Azul, Preto e Branco: é o Grêmio contra o racismo

gremio

Na última segunda-feira (12), o Grêmio lançou a campanha “Azul, Preto e Branco”, que posiciona o clube e os jogadores contra qualquer tipo de discriminação racial.

A comunicação foi ativada com um filme-testemunhal, em que os jogadores dão suas opiniões sobre o tema. Chamam atenção, principalmente, os relatos de Zé Roberto e Matheus Biteco, que sofreram racismo na pele durante a adolescência.

Confira:

Imagem: Divulgação

Category: Marketing

Comentários

  1. Campanha muito interessante, ainda mais pelo fato do sul ser um lugar onde o racismo tende a ser maior, pela quantidade de europeus e descendentes que tem.

  2. Não concordo usar o termo ALGUNS. É hipocrisia e só aumenta e alimenta esse ódio. Essa menina é apaixonada pelo Grêmio. Era até sócia do Clube. Não sei o porque de usar aspas… Ainda mais se tratando da torcida do Grêmio a qual tem um histórico que a não favorece. FOI SIM A TORCIDA DO GRÊMIO QUE HOSTILIZOU Aranha. Ou foi a do Internacional, Juventude ou Caxias??? http://www.euvistoacamisadogalo.com.br/2014/08/torcedores-do-gremio-adoram-ser-cretinos_29.html