Presidente da UEFA, Michel Platini, se opõe a pagar jogadores durante a Eurocopa

O presidente da UEFA, Michel Platini, se opões a ideia do presidente do Barcelona, Sandro Rosell, de que o organismos máximo do futebol europeu pague aos jogadores durante a Eurocopa de 2012.

Platini alertou ainda sobre o risco que o futebol europeu está correndo por conta do crescimento das dívidas, que tiveram um aumento de 33% em 2011, chegando a 1,6 bilhões de euros. O apelo do francês vai de encontro ao Fair Play financeiro que a UEFA quer obrigar os clubes a seguirem. O planejamento é que a partir de 2013 todos os clubes que tiverem as contas negativas, gastando mais do que recebem, serão impedidos de participar das competições europeias.

Apesar de ser contra o pagamento aos jogadores, Platini concorda que os clubes devem receber parte dos benefícios financeiros da competição.

Category: MercadoNegócios