Merchandising | O ótimo trabalho do Olympique de Marselha

Por Allan Barrach

Nos dias de hoje, uma das principais maneiras que os clubes têm de conseguir novos recursos financeiros é através do merchandising. Engatinhando no Brasil, essa estratégia já é muito bem utilizada por quase todos os clubes europeus. E poderíamos citar aqui nomes de diversos colossos que faturam milhões com isso todos os anos.

Em viagem pelo sul da França, pude observar o trabalho – muito bem feito – do Olympique de Marselha. Dono da maior torcida do país, OM é uma verdadeira obsessão não só na cidade, mas em toda a região. Em dias de jogos, mesmo estando a quase 100km do estádio, é possível ver pessoas passeando nas ruas com a camisa do clube, indo aos cafés, comprando o jornal, almoçando, etc. O que me faz lembrar muito o Brasil, uma vez que não é comum por toda a Europa pessoas saírem nas ruas com as camisas dos clubes.

Ainda pela manhã, torcedores do Olympique se encontram num dos vários cafés na pequena vila de Oraison.

Mas, falando do que realmente importa, em vários ambientes encontrei produtos do clube para comprar. Desde a loja de conveniência em um posto de gasolina na estrada a uma tabacaria ou uma simples revistaria. Em cada uma delas encontrei produtos oficiais sendo comercializados. De ursos de pelúcia a chinelos. De chaveiros a cachecóis. Produtos para homens, mulheres, crianças e, o mais impressionante, todos eram produtos oficiais licenciados pelo clube. Isso me fez pensar na importância de um trabalho bem feito. Ter produtos oficiais dessa forma mostra que, além de você sempre estar em proximidade com o seu público-alvo, o torcedor, o clube não abre espaço para produtos falsificados ou imitações. Em quase todos os lugares (isso inclui pequenas vilas e aldeias), sempre encontrei uma sessão com produtos do OM com preços absolutamente acessíveis.

Produtos oficiais são vendidos até em pequenos comércios.

O trabalho muito bem feito pelo marketing do clube, que desenvolve novos produtos e entende a necessidade de criá-los para diferentes públicos, é muito bem associado a um excelente trabalho de logística, que faz com que estes produtos cheguem àqueles torcedores que simplesmente não podem ir ao estádio comprar na loja oficial. O que posso dizer é que fica aqui uma experiência espectacular onde vi, na prática, um trabalho de merchandising muito bem feito e que, sim, é possível ser feito no Brasil, uma vez que, falamos de um país continental, onde muitos torcedores ficam completamente distante de seus clubes e, com certeza gostariam de ter o mesmo acesso que os torcedores do Olympique têm.

Uma das três revistas que são 100% dedicadas ao clube. (Imagem/Divulgação)

 

Category: ColunasMarketingNegócios

Tags: