Manchester City já investiu mais de 400 milhões de euros em 3 anos

Roberto Mancini, técnico do Manchester City desde 2009 (Imagem: Reprodução/Getty Images)

Fundado em 1880, o Manchester City é um clube tradicional da Inglaterra, arquirrival do Manchester United. Ficou muito conhecido mundialmente em 2008, após sua compra pelo Abu Dhabi United Group, do sheik Mansour bin Zayed bin Sultan Al Nahyane, e pelos altos investimentos em contratações nas últimas temporadas.

De lá para cá, já passaram pelo City nomes de altíssimo nível, como Robinho, Elano, Adebayor, Bellamy e Roque Santa Cruz, além dos atuais Carlos Tevez, Sergio Agüero, Nasri, Barry, David Silva, Balotelli e Dzeko, entre outros. Segundo o jornal espanhol AS, o Manchester City investiu 423 milhões de euros nas três últimas temporadas.

Em 3 anos, o Manchester City conquistou apenas uma FA Cup. (Imagem: Reprodução)

Mas, mesmo com todo esse investimento, o Manchester City ainda não conseguiu conquistar o mais importante para um clube de futebol: títulos. Ou, por outra: conquistou a FA Cup, na última temporada, quebrando um jejum de 35 anos. Importante, sim; mas ainda não o bastante para um clube que, hoje, possui um dos elencos mais destacados do mundo.

Nesta temporada, a história vem se repetindo para os citzens, que acumulam fracassos no Charity Shield, nas duas copas inglesas, na UEFA Champions’ League e na UEFA Europa League (esta última, em especial, muito abordável para o clube).

Restou a corrida pelo título da Premier League, em que o lado azul de Manchester, após dominar boa parte da disputa, se vê à caça dos velhos rivais de Old Trafford. A situação é reversível. Mas, caso o City passe 2011-12 em branco, não é exagero dizer que seus próximos contratados serão seduzidos tão somente pelas altas quantias de dinheiro. E já há pelo menos um novo nomes na mira do clube: o holandês Robin Van Persie, atualmente no Arsenal.

Category: Negócios

Comentários