Corinthians renova com Nike até 2022 por cerca de R$ 30 milhões ao ano

Parceiros desde 2003, Corinthians e Nike fecharam um novo vínculo contratual, que renderá cerca de R$ 300 milhões aos cofres corinthianos nos próximos dez anos – valor que somado a patrocínios, faz da camisa do atual campeão da América a mais cara do continente.

O novo contrato, que foi fechado em dólares e por, isso é ligeiramente variável, supera em quase duas vezes o antigo (R$ 17 milhões por ano, até 2014), sendo o segundo maior do gênero no País – perde apenas para o acordo entre Flamengo e Adidas, avaliado em R$ 380 milhões pelos mesmos dez anos.

Além da Copa Santander Libertadores da América deste ano, Corinthians e Nike já festejaram: dois Campeonatos Paulistas (2003 e 2009); uma Copa do Brasil (2009); e três Campeonatos Brasileiros (dois da Série A, em 2005 e 2011, e um da Série B, em 2008). E agora, esperam conquistar o Mundial de Clubes da FIFA, neste final de temporada.

Imagem: Divulgação

Category: CamisasMercadoNegócios

Tags:

Comentários

  1. Em 2000 o Corinthians usava Topper. Não Nike, como você mesmo diz, a parceria começou em 2003, logo não havia como o Corinthians usar nike em 2000

  2. Tem razão, Marckos.

    Acabamos de corrigir. Obrigado pelo toque e continue conosco.