Tem que mexer nas estruturas (por Joffrãn Silva)

Foto: Reprodução

Para alcançarmos resultados duradouros na vida precisamos de comportamento duradouro. Essa é a regra. Não adianta mexer somente na “fachada”. Se você deseja vender um produto bom, não adianta você simplesmente trocar a propaganda dele, tem que mexer na estrutura do produto, deixá-lo mais bonito.

Só a propaganda não é suficiente. No futebol ainda temos estruturas que precisam ser mexidas, como exemplo: duração e forma de disputa de campeonatos estaduais e copa do Brasil; modelos de relacionamento entre empresários; atletas e clubes; modelos de tomada de decisão de dirigentes nos clubes e instabilidade de trabalho de treinadores de futebol.

Naturalmente cada um desses itens citados anteriormente tem a sua dose de tolerância e importância, mas é difícil hoje entender como uma empresa vai patrocinar um clube se o campeonato estadual dura somente quatro meses e se o clube perder ainda pode ficar vários dias sem jogar. Os treinadores vão poder exercer um trabalho sério se não sabem se no dia seguinte terão o seu emprego.

Como dirigentes de clubes vão planejar o clube para cinco anos, se a maioria deles consegue ficar dois, três ou quatro anos no poder. Como os dirigentes vão tomar decisões rápidas e eficientes se eles têm que convencer às vezes, mais de cem pessoas em uma assembléia de conselheiros, sem contar o fato que a maioria deles não é remunerado e não se dedica em tempo integral ao clube.

O nosso futebol tem muito potencial, porém carece de uma pequena mudança, que no meu ponto de vista será bom para todos.

Joffrãn da Silva (@Joffran) é professor, consultor e treinador de futebol em Florianópolis, SC. Nesse espaço Joffrãn escreve sobre as nuances do futebol, analisa jogos, relata sobre as organização das competições e comenta sobre o treinamento do futebol.

Para falar com o Joffrãn acesse: www.joffran.com ou envie um e-mail para ele: joffran200275@hotmail.com.

Category: Marketing

Tags: