FutebolMarketing

Publicado em 2 agosto 2011

O Paris Saint Germain já pode ser considerado como um dos novos ricos do futebol mundial, assim como o espanhol Málaga e o Manchester City.

O Qatar Sport Investment, mesmo grupo de investidores que patrocina a camisa do poderoso Barcelona, adquiriu 70% das ações do PSG em Junho desse ano por cerca de 50 milhões de euros. O grupo disponibilizou 100 milhões de euros para a contratação de novos reforços, por enquanto já foram gastos 85 milhões de euros.

O primeiro “reforço” do PSG foi o do ex-treinador Leonardo, que agora é diretor esportivo do clube. Depois chegaram Douchez (Rennes), Ménez (Roma), Sissoko (Juventus), Bisevac (Valenciennes), Sirigu (Palermo), Gameiro (Lorient) e Matuidi (Saint-Etienne) pelo valor de 43 milhões de euros.

A grande contratação do clube para essa temporada foi a do argentino Javier Pastore (ex-Palermo) por 42 milhões de euros, tornando-se a contratação mais cara da história do campeonato francês, ficando a frente de outro recorde também protagonizado pelo PSG, a compra de Nicolas Anelka do Real Madrid por 33,5 milhões de euros em 2000.

O PSG não conseguiu se classificar para a UEFA Champions League 2011/2011, mas vai poder disputar a Europa League.

Imagens: Reprodução

Categorias: Negócios