Os grandes números do Foggia

O Foggia voltou aos braços da cidade (Foto: foggiamania.com)

Há muito tempo não havia tanto entusiasmo nas arquibancadas do velho estádio Zaccheria. E há muito tempo, também, a alegria dos torcedores não se convertia em números tão bons para o Foggia.

Os dados oficiais divulgados pela Lega Pro (entidade filiada à FIGC), colocam os santanelli na segunda colocação geral entre os clubes com maiores médias de público e renda por partida. Cada jogo do time rossonero é assistido por cerca de 7.441 pessoas (mais que o dobro do número de carnês vendidas para a temporada) e rende cerca de € 102.676.

A maior parte deste sucesso se deve à já comentada produtização da história do Foggia, que resgatou os protagonistas de sua última era dourada, entre 1989 e 1994: o presidente Casillo, o diretor esportivo Pavone e, sobretudo, o folclórico técnico Zdenék Zeman e sua “Zemanlandia” – um time formado para atacar e divertir o público, cujo diferencial é a política de apostar em jovens talentos. Uma estratégia acertiva, consagrada por números fantásticos. O melhor resultado do Foggia fora dos campos em muito tempo.

Thiago Zanetin (@th_dellascala) tem 25 e trabalha como redator publicitário na Babenko. Fanático seguidor do Hellas Verona, espera ansiosamente pelo dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar nas séries maiores.

Category: MercadoNegócios

Tags: