Marcos, o mega mini-craque palmeirense

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Nem o “mago” Valdívia, nem o “gladiador” Kleber. Nem mesmo o “comandante” Luís Felipe Scolari: a marca forte do Palmeiras ainda é “São” Marcos, fato que se comprova a cada dia, pela estima de torcedores (não só palmeirenses) e, agora, também pelos números.

De acordo com o site www.mundodabolabr.com.br, que comercializa miniaturas de jogadores, o caricato do goleiro é o mais vendido do Brasil, superando largamente os já citados companheiros de clube (exceto Scolari, que não licenciou este tipo de produto) e outros craques badalados do futebol brasileiro, como os jovens santistas Neymar e Ganso, e os experientes Ronaldo e Carlos Alberto – que atuam por Corinthians e Vasco da Gama, respectivamente.

O “bonequinho”, assinado pelo consagrado modelista Wilson Iguti, é um dos poucos produtos oficiais relacionados ao goleiro palmeirense; de acordo com a assessoria de imprensa Mundo da Bola Brasil, existe um outro tipo de boneco, maior. De todo modo, trata-se de uma exploração pequena diante do potencial do “santo” verde-e-branco. Um erro de estratégia, tempo e movimento, que precisa ser corrigido o quanto antes.

(Foto: divulgação)

Thiago Zanetin (@th_dellascala) tem 25 anos e trabalha como redator publicitário na Babenko. Fanático seguidor do Hellas Verona, espera ansiosamente pelo dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar nas séries maiores.

Category: Marketing

Tags: