Clubes argentinos com dívidas recorde

Pela primeira vez as dívidas dos clubes argentinos da primeira divisão ultrapassaram o valor de 1 bilhão de pesos (pouco menos que 500 milhões de Reais) . Em 2009, os clubes já haviam fechado o ano com dívidas somadas de mais de 970 milhões, mas com o aumento dos custos na área do futebol, salários de empregados, novos contratos de jogadores e claro, contratações, fez com que o passivo dos clubes tivesse um aumento cosiderável.

Salvo equipes como Lanús, Godoy Cruz, Estudiantes de La Plata e Vélez Sarsfield, o aumento do valor pago pelas transmissões dos jogos na TV não serviu para ajudar a sanar as dívidas. Em contrapartida, no ano passado apenas cinco clubes conseguiram acabar o ano com saldo positivo, em 2010 estes passaram a ser nove (Boca Juniors, Estudiantes, Newell’s Old Boys, Vélez, Lanús, Olimpo, Colón, Godoy Cruz e Tigre) – destes apenas Lanús e Godoy Cruz não possuem passivo.

Com os cinco principais clubes do país a coisa já está mais complicada. River Plate, Boca Juniors, Independiente, Racing Club e San Lorenzo somam juntos uma dívida de 650 milhões de pesos , cerca de 270 milhões de reais, ou seja, metade da dívida total dos 20 clubes da primeira divisão. O River Plate é o clube em situação mais precária, devendo 215 milhões de pesos, mais de 90 milhões de reais.

Category: MercadoNegócios

Tags:

Comentários