A carência e a resistência. Qual a relação entre elas?

(Foto: Reprodução)

Lendo a notícia de que o Fluminense/RJ está disposto a esperar quase três meses para ter Abel Braga me faz refletir sobre três pontos:

1-  Tomada de decisão: os clubes estão tomando as decisões com mais calma, pensando bem nos profissionais que eles desejam para comandar as suas equipes. Estão menos impulsivos. Isso é extremamente bom, mesmo que esse tempo ainda seja de quase três meses.

2- Carência: não temos no Brasil hoje treinadores disponíveis para treinar os grandes clubes no Brasil com as características que esses mesmos grandes clubes desejam que esses treinadores tenham. Todos estão trabalhando. Isso é sinal que outros treinadores brasileiros precisam pensar em alguma coisa para entrar na “lista” dos grandes clubes.

3- Resistência: os clubes estão resistentes a contratar outros treinadores, menos experientes e menos conhecidos que os grandes e tradicionais treinadores do nosso futebol.

Analisando o primeiro ponto de vista, acredito que essa decisão já está se disseminando pelos clubes brasileiros. Outros clubes já vivenciaram situações semelhantes e tiveram a paciência necessária para contratar o treinador certo.

Sobre o segundo e o terceiro ponto, realmente sou suspeito a escrever sobre esse assunto, mas afirmo que a existência do segundo ponto é justamente porque existe o terceiro, ou seja, os clubes resistem ao “novo” e por isso acabam sofrendo com a “carência” de profissionais e são obrigados a encarar a dificuldade de contratá-los.

Às vezes a busca pelo ideal pode nos levar a enfrentar caminhos desnecessários e turbulentos nesse mercado competitivo que é o futebol profissional.

Se os clubes querem gerar resultados diferentes tem que obrigatoriamente fazer as coisas de forma diferente, porque ações iguais vão gerar resultados iguais.

Abraço a todos,

Joffrãn da Silva (@Joffran) é professor, consultor e treinador de futebol em Florianópolis, SC. Nesse espaço Joffrãn escreve sobre as nuances do futebol, analisa jogos, relata sobre as organização das competições e comenta sobre o treinamento do futebol.

Category: Marketing